Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Zidane contesta punição da Fifa ao Real Madrid: ‘Absurdo’

Campeão europeu e o rival Atlético de Madri foram proibidos de contratar por um ano devido a "violações de regras de proteção a atletas menores de idade"

O técnico Zinedine Zidane se pronunciou nesta sexta-feira sobre a decisão da Fifa de proibir o seu clube, o Real Madrid, e o rival Atlético Madri de realizarem contratações por um ano e classificou o veredicto como “absurdo”. O ex-jogador francês revelou estar especialmente irritado porque a proibição vai afetar diretamente dois de seus filhos, que não poderão atuar pelas divisões de base do clube, pois são estrangeiros.

Na última quinta-feira, a Fifa rejeitou os recursos dos clubes e manteve a sua decisão de janeiro de proibir Real e Atlético de Madrid de contratar novos jogadores até janeiro 2018 por causa de violações de regras de proteção a jogadores menores de idade. A Fifa estabelece que apenas estrangeiros maiores de idade podem se transferir a clubes de outro país. O Barcelona recebeu uma punição semelhante em 2015 por infringir as mesmas regras do artigo 19 do regulamento da entidade

Leia também:
Vídeo: jogadores do Barcelona aceitam desafio paralímpico
Neymar volta ao Barcelona após 109 dias de ‘folga’
Messi curte família e cachorro gigante

“É um absurdo que eles não possam jogar. Eu não entendo isso, me incomoda e o embargo é injusto”, disse Zidane, citando os herdeiros. Quatro filhos seus atuam em diferentes divisões do Real Madrid: Luca e Enzo já são maiores de idade e, por isso, não serão afetados. Já os jovens Theo y Elyaz terão que deixar as categorias de base do clube até janeiro de 2018.

Ambos os clubes negaram ter quebrado qualquer regra e decidiram apelar da punição no Tribunal Arbitral do Esporte (TAS, na sigla em francês). “É absurdo e o clube fará todo o possível para mudar isso. Eu não posso dizer mais nada. Vamos esperar, porque é uma punição que acabou de sair. Espero que as coisas se definam rápido. Falar não vai mudar nada agora”, acrescentou Zidane.

O craque francês garantiu que a punição imposta pela Fifa não vai enfraquecer o elenco do Real, mesmo que o clube não possa se reforçar por um ano. “Acredito que a punição não nos pode prejudicar em relação ao elenco porque estou muito contente com o elenco que temos e é grande. A sanção está aí e não podemos mudar.”

 

(com Estadão Conteúdo)