Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

XV goleia, deixa a lanterna e complica a situação do Linense

Por Da Redação - 10 mar 2012, 17h55

O XV de Piracicaba deu amostras de que ainda pode se recuperar no Campeonato Paulista. Atuando em Lins, o então lanterna da competição não tomou conhecimento do Linense, e goleou, com tranquilidade, por 4 a 0 – graças aos gols de Adílson, Diguinho, Paulinho e Diego Silva.

Antes com apenas uma vitória na competição, o time comandado por Estevam Soares encerrou a sequência de sete derrotas consecutivas no Estadual e, também, deixou a lanterna da competição para o Comercial, que foi derrotado pelo Ituano, em Ribeirão Preto, por 1 a 0. Além dele, o Catanduvense, que joga às 18h30 (de Brasília) contra o Oeste, também ficou atrás do XV.

Agora, enquanto o XV soma oito pontos, a equipe de Geninho tem apenas sete, em 13 rodadas disputadas. O Linense, por sua vez, está parado nos 18 pontos e, além de correr riscos de deixar a nona colocação, pode ver o G-8 ficar a seis pontos, já que a Ponte Preta, atual oitava colocada com 21 pontos, volta a atuar no domingo, diante do Paulista de Jundiaí.

Com isso, a equipe de Piracicaba tenta confirmar sua reação. Para isso, o XV precisa de um novo bom resultado no Paulistão, no dia 18 de março, diante do Paulista, às 18h30 (de Brasília), no estádio Jayme Cintra. O Linense, por sua vez, junta os cacos e vai para a redenção contra o também ameaçado Catanduvense, também no dia 18, às 16 horas (de Brasília), no estádio Silvio Salles.

Publicidade

O JOGO – Durante a semana, o técnico Estevam Soares lamentou o fato de ter atuado de igual para igual contra o São Paulo, e, ainda assim, saiu de campo derrotado pelo Tricolor. Nesta tarde, o time de Piracicaba começou tomando um susto, após jogada de Makelele, que Gilson, atento fez boa intervenção.

Após a oportunidade dos mandantes, porém, o ritmo da partida diminuiu, e o XV passou a se organizar melhor na partida. Quando a torcida do Linense já começava a reclamar da atuação de sua equipe, os visitantes abriram o placar: aos 33 minutos, Adilson venceu sua marcação e, com estilo, tocou por cima do goleiro.

A resposta do time de Lins veio pouco depois, com Chimba; o atacante, porém, não passou da trave. Na sobra, Diego Macedo ainda levou perigo com chute de longa distância, mas a bola saiu à direita do gol de Gilson. Com isso, a equipe de Pintado partiu para cima, para não deixar o XV com a vantagem por muito tempo. A tática, porém, não surtiu efeito.

Em contra-ataque bem armado, Edu Silva encontrou Diguinho livre na segunda trave e fez o cruzamento; o meia desviou, sem chances para Douglas, ampliando a vantagem no placar em Lins, que não foi alterado no restante da primeira etapa.

Publicidade

O resultado, até surpreendente, deixou o Linense nervoso e a equipe não conseguia aplicar uma pressão efetiva para descontar. Com isso, Paulinho, em rápido contra-ataque, aos 21 minutos, e Diego Silva, de longa distância, seis minutos depois, fizeram mais dois para o time visitante, definindo a larga goleada.

Sem forçar para reagir, o Linense tinha dificuldades para chegar ao gol de Gilson. Assim, o time de Estevam Soares manteve a vantagem até o final, para deixar a lanterna do Paulistão. Para os comandados de Pintado, por sua vez, o grupo que consegue vaga às quartas de final do Estadual ficou ainda mais distante.

Publicidade