Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Willian José se diz ‘nem aí’ para torcida e Ney já pede compreensão

Por Da Redação 6 ago 2012, 00h18

Após perder uma chance clara com 12 minutos de jogo e errar muitos domínios de bola que viraram contra-ataques perigosos do Sport, Willian José teve sua substituição comemorada como um gol pelos mais de 22 mil são-paulinos presentes no Morumbi. Depois da vitória por 1 a 0, com gol marcado por Ademilson quando o substituto de Luis Fabiano já estava no banco, o camisa 19 desdenhou da reação nas arquibancadas.

‘Não estou nem aí para a torcida’, afirmou o centroavante, admitindo que errou principalmente no primeiro tempo, quando não tinha marcação e, mesmo com tempo para escolher o canto, finalizou em cima do goleiro Magrão. ‘Peguei muito mal na bola e joguei no meio do gol. Até olhei o goleiro, escolhi o canto, mas na hora de chutar de tudo errado. Não fui bem. Perdi chances que não estou acostumado a perder.’

Mais tarde, no Twitter, o jogador se desculpou. ‘Mesmo com a vitória de hoje, as coisas não saíram como eu gostaria. Sinto muito pelas minhas palavras impensadas… Com certeza vou buscar melhorar e trazer novamente alegrias a esta torcida que sempre me apoiou. Obrigada (sic) aos meus amigos pelo apoio e aos torcedores também! Boa noite. Deus está no comando!’

O que mais despertou irritação em Ney Franco durante sua entrevista coletiva neste domingo, no entanto, não foram as oportunidades perdidas pelo jogador escolhido para o lugar de Luis Fabiano, que continua como desfalque nesta semana por estiramento na coxa esquerda. A expressão de estar ‘nem aí’ para a torcida deixou o técnico preocupado.’O torcedor tem que entender que é um jogador de 20 anos idade. A colocação dele é de alguém que não sabe se expressar. Essa declaração infeliz não significa que ele não se importa com a torcida. Ele se importa sim’, defendeu o comandante, até aumentando o seu costumeiramente tranquilo tom de voz ao saber da afirmação de seu jogador, que pareceu irritado ao ouvir quase o estádio inteiro gritar ‘Luis Fabiano’ após erros seus.

‘Ele tem um respeito enorme pelo torcedor e pela camisa do São Paulo. Não se pode criar um drama, um fantasma e jogá-lo contra a torcida. Eu, como técnico, aviso que trabalho com um jogador muito profissional que quer vencer e tem uma ansiedade enorme’, continuou defendendo.

Ney Franco convocou e escalou Willian José nas conquistas da Seleção Brasileira sub-20 no Sul-americano e no Mundial da categoria no ano passado, inclusive dando seu aval para que Mano Menezes o colocasse em listas preliminares para as Olimpíadas. O técnico projeta o hoje contestado jogador do Tricolor como atleta da Seleção principal em breve.

‘Ele é um jogador que, quando tiver 23, 24 anos, terá condições de ser artilheiro de qualquer competição. Tem muito potencial. O Willian José é o nosso atacante e é melhor tê-lo do nosso lado do que fora’, avisou o técnico.

Continua após a publicidade
Publicidade