Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Willian José faz 2 gols e avisa: time não precisa buscar novo atacante

Desde que Luis Fabiano foi vetado por lesão muscular, Willian José marcou gols nas duas partidas que iniciou. Neste domingo, contra a Ponte Preta, fez dois. E espera ter provado: não é necessário contratar outro atleta, como Nilmar, para substituir o camisa 9.

‘Trabalho para mostrar que não precisam contratar nenhum substituto para o Luis Fabiano. Quero meu espaço’, falou Willian José. Os dirigentes do departamento de futebol, em seus discursos, dão força ao jogador com o mistério em relação a Nilmar – negam a negociação, embora já tenha acertado a negociação com Villarreal e busque acordo salarial com o atacante.

Alheio às conversas, Willian José deixou o gramado do Moisés Lucarelli agradecendo quem confia nele. ‘Dedico a Deus e às pessoas que sempre acreditaram em mim. Estou muito feliz pelos dois gols e a vitória. Sempre é bom para o centroavante fazer dois gols. É uma honra substituir o Luis Fabiano e fazer gol.’

Emerson Leão é um dos que passam força ao jogador de 20 anos, contratado após seu desempenho no Grêmio-SP rebaixado na Série A do Campeonato Brasileiro de 2010 e que se destacou em 2011 mais com a camisa da Seleção Brasileira sub-20, conquistando os títulos do Sul-americano e do Mundial da categoria.’Ele foi contratado para fazer gols. Foi artilheiro do time em que atuou antes do São Paulo, está sendo apoiado e vai continuar assim, como outros, como o Fernandinho, o Lucas. Precisamos prestigiar todos que sentimos que sentimos que merecem por ter saúde e condições de oferecer melhores coisas para o São Paulo’, disse o técnico em Campinas.

Ciente disso, Willian José se sente aliviado por cumprir a promessa que fez a si mesmo há uma semana ao sair do banco na vitória por 2 a 1 sobre o São Caetano e substituir Luis Fabiano – não marcou gol naquela partida, mas, como titular já havia balançado as redes no empate por 1 a 1 contra o Guarani na última quarta-feira, no Morumbi.

‘Lavei a alma. Espero que possa ser o início de uma grande fase. Disse contra o São Caetano que 2012 tinha que ser muito melhor do que 2011. Trabalho forte para recuperar espaço’, contou, garantindo motivação.

‘Quando eu não estava jogando, estava triste, mas nunca abaixei a cabeça. Treino bastante forte para mostrar o meu futebol. Sempre pensei no grupo, em trabalhar firme para ganhar espaço. Quero agarrar a chance com as duas mãos e conseguir os objetivos de vitória e, lá na frente, o campeonato’, sentenciou.