Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Williams confirma Bruno Senna na temporada 2012 da Fórmula 1

Madri, 17 jan (EFE).- A Williams confirmou nesta terça-feira que o brasileiro Bruno Senna dirigirá um de seus carros na temporada 2012 da Fórmula 1, no lugar de Rubens Barrichello, que estava há dois anos na escuderia.

Após a confirmação de Maldonado em dezembro, a equipe fechou a dupla de pilotos com Senna, que estreará na Williams nos treinos do circuito de Jerez de la Frontera, no próximo dia 9 de fevereiro.

O chefe da equipe, Frank Williams, explicou que o brasileiro demonstrou seu talento na Fórmula 3 e no GP2 e que diversas circunstâncias não lhe permitiram mostrar a consistência necessária, por isso trabalharam com ele no simulador, no qual demonstrou sua rapidez, técnica e capacidade de aprender.

‘Eu me sinto privilegiado em ter sido escolhido pela Williams para ser um dos seus pilotos. Esta equipe é histórica e espero poder ajudar a escrever um bom capítulo em sua história. O processo de avaliação foi intenso e metódico, mas o tempo que estive na casa demonstrou que tem gente importante e que fará de tudo para esta ser uma grande temporada à equipe’, disse Senna.

‘Será muito interessante dirigir uma equipe na qual esteve meu tio. De fato, há gente que trabalhou com Ayrton’, afirmou o brasileiro, que ressaltou a grande motivação com a qual enfrenta este novo desafio em sua carreira.

‘Espero que possamos trazer outra vez algumas boas lembranças e criar outras novas também. Eu quero conquistar bons resultados para devolver o apoio que meu país me deu. Estou muito orgulhoso de ser brasileiro e mais motivado que nunca para demonstrar o que posso fazer’, apontou.

Senna elogiou seu companheiro Pastor Maldonado, e lembrou que já o enfrentou no GP2.

‘Foi um rival muito difícil no passado e agora vai ser ainda mais. Logicamente vamos nos enfrentar, mas como companheiros vamos trabalhar juntos para tentar o progresso da equipe’, afirmou.

Nascido no dia 15 de outubro de 1983, em São Paulo, Bruno Senna estreou na Fórmula 1 em Barein, em 2010, com a equipe Hispania, e disputou um total de 26 grandes prêmios.

Bruno Senna começou em 2011 como piloto reserva da Lotus Renault, com o qual finalmente correu oito provas após substituir o alemão Nick Heidfeld e obteve seus primeiros pontos em Monza com um nono lugar. EFE