Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Wescley acaba vetado e Kleina adotará formação ofensiva na Ponte

Apesar de ter sido liberado para jogar pela Ponte Preta neste fim de semana, o zagueiro Wescley voltou a sentir dores no tornozelo e foi vetado de última hora para o jogo contra o Duque de Caxias. O jogador sofreu uma entorse na região e deverá ser substituído por Wellington.

A lesão ocorreu na última sexta-feira, na derrota de 2 a 1 para o Grêmio-SP, e obrigou o defensor a jogar boa parte do segundo tempo no sacrifício. Com o veto do atleta, os desfalques da Ponte Preta chegam a três, já que o capitão Leandro Silva e o meia Renato Cajá também estão entregues ao departamento médico e não poderão enfrentar o lanterna da Série B neste sábado, em Araraquara.

Com isso, o técnico Gilson Kleina optou por mexer na formação tática da equipe e deverá promover já nesta partida a estreia do meia Caio, recém-contratado do Atlético-MG. O treinador sacou o volante Mancuso da equipe e deverá entrar em campo com João Paulo Silva e Josimar fazendo a proteção da zaga, enquanto Caio e Renatinho armam as jogadas de ataque.

Enquanto isso, o atacante Lúcio Flávio deve continuar na reserva da Ponte Preta. Apesar de manter um bom aproveitamento e ter marcado os gols da equipe nas duas últimas rodadas, o jogador ainda não é preferência do treinador e continuará vendo Renatinho iniciar a partida entre os onze primeiros.

Além da mudança do modo de jogar, a expectativa da torcida fica por contra da estreia de Patric, que também estava no Atlético-MG e chegou ao time nesta semana. O lateral direito já está à disposição do treinador e disputará posição com Guilherme, que deverá começar jogando.

A partida contra o Duque de Caxias será a grande chance da Macaca se reabilitar no campeonato e entrar novamente na briga pelo título da Série B. A derrota na última rodada afastou a equipe da líder Portuguesa e fez a Macaca cair para a terceira colocação, com 43 pontos ganhos.