Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Wellington marca mais e Rhodolfo agradece elogiando experiência

Destaque nas primeiras rodadas do Campeonato Paulista com suas arrancadas, Wellington atuou nesse domingo em um novo posicionamento. Para ajudar os zagueiros, que se diziam desprotegidos, Emerson Leão ordenou ao camisa 5, de 21 anos, que não saísse tanto da cabeça de área. Para alegria do capitão Rhodolfo.

‘Nos últimos jogos, estávamos muito desprotegidos ali atrás e sofremos com isso. O Leão nos disse que quando os zagueiros estão correndo muito para trás é porque há algo errado no meio-campo. Agora, deu certo’, comemorou o zagueiro depois da vitória por 3 a 1 sobre a Ponte Preta, em Campinas.

Para segurar Wellington, Leão até deu bronca nele no segundo tempo ao partir para o ataque e, em vez de dar sequência a uma troca de passes, tentar – e errar – um drible. ‘O Wellington ficou mais fixo. Nas duas últimas partidas, tivemos erros fundamentais e permitimos que volantes chutassem no nosso gol. E isso não quero de maneira nenhuma’, comentou o técnico.Um dos líderes em campo com as contusões de Rogério Ceni e Luis Fabiano, Rhodolfo agradece também aos atacantes, destacando maturidade de Lucas e Willian José apesar de ambos terem, respectivamente, 19 e 20 anos de idade. ‘Eles também voltaram bastante. O time, além de ser novo, é bastante experiente’, enalteceu o defensor.

Ver o sucesso do novo posicionamento é um alívio para o camisa 4, ainda bravo com o gol sofrido antes da conclusão do primeiro minuto de partida contra o Guarani na última quinta-feira – o Tricolor acabou empatando por 1 a 1 no Morumbi e perdendo seus primeiros pontos no Campeonato Paulista.

‘Demos bobeira com um minuto de jogo e eles se fecharam. Conversamos que não poderíamos cometer o mesmo erro. Jogar contra a Ponte nunca é fácil, mas a equipe teve tranquilidade e experiência’, reforçou Rhodolfo.