Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Webber diz que Barrichello não ofereceu competição a Button em 2009

Por Da Redação 8 set 2011, 15h53

O australiano Mark Webber, da Red Bull, tem sido especulado fora de sua equipe desde o início da disparidade entre ele e Sebastian Vettel, seu companheiro, no segundo semestre do ano passado. No entanto, ele disse que é um companheiro que desafia Vettel a se superar, o que, segundo ele, não aconteceu em 2009, quando o inglês Jenson Button foi campeão do lado do brasileiro Rubens Barrichello, na Brawn GP.

‘Seria ótimo ter um título mundial, mas eu tenho vitórias especiais contra adversários difíceis. Infelizmente, quando tive um bom carro, tive Sebastian como companheiro de equipe. Jenson não teve isso na Brawn, ele teve Rubens. Então existem muitos campeões que tiveram carros fenomenais, mas não uma competição real’, declarou em entrevista recente ao jornal The National, dos Emirados Árabes.

Na temporada de 2009, Barrichello largou à frente de Button em dez oportunidades, contra sete de seu companheiro. No entanto, nas pistas, o inglês foi melhor e conquistou uma vantagem no primeiro semestre que não foi batida nem pelo brasileiro, que caiu de produção no decorrer das provas, nem pelo próprio Vettel, que ascendeu com sua RBR após o GP da Turquia daquele ano.

Nesta quinta, o australiano comentou durante a coletiva do Grande Prêmio da Itália, que a Red Bull está forte após a dobradinha em Spa-Francorchamps – a corrida foi vencida mais uma vez por Vettel -, mas que está mantendo os pés no chão.

‘Spa nos deu um pouco mais de confiança’, falou, fazendo questão de diferenciar a corrida belga com o circuito de Monza. ‘Esse lugar é diferente, então não estamos vindo para cá em uma forma sensacional’, concluiu.

No Mundial de Pilotos, Webber está em segundo, atrás do atual campeão Vettel. No entanto, a distância entre a dupla da Red Bull é de 92 pontos. Em 2009, por sua vez, o sistema de pontuação era diferente do atual.

Continua após a publicidade
Publicidade