Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Webber celebra vitória em prova com ‘jogadas de xadrez’

Por Da Redação - 27 maio 2012, 13h52

A instabilidade climática e o comportamento dos pneus supermacios, utilizados pela primeira vez na temporada, aumentaram as variáveis do Grande Prêmio de Mônaco. Ganhador da prova deste domingo, o australiano Mark Webber (Red Bull) celebrou o triunfo e comparou a tomada de decisões ao longo da prova a um jogo de xadrez.

‘Estou me sentindo incrível. Foi uma corrida muito interessante. Estava razoavelmente simples no começo, construindo a vantagem com os supermacios e administrando a diferença para o Nico. Ficamos com um pouco de vantagem em relação aos outros’, descreveu o australiano.

O alemão Nico Rosberg (Mercedes), então segundo colocado, foi o primeiro a parar nos boxes entre os principais candidatos à vitória, na 28volta. Com ameaça de chuva, os pilotos tentaram esperar ao máximo para uma possível troca para os compostos para pista molhada, o que não aconteceu.

‘O clima estava ameaçando no momento da janela de pit-stop. Nós não sabíamos se continuávamos um pouco mais para colocar os pneus intermediários. O Nico se antecipou e então alguns pilotos tiveram que reagir à sua jogada de xadrez’, declarou Webber.

Publicidade

Depois de largar apenas na 10colocação do grid, o alemão Sebastian Vettel (Red Bull) apostou em uma estratégia diferenciada e começou com pneus macios ao invés dos supermacios. Assim, chegou a liderar e parou apenas na 46volta, mas não conseguiu abrir vantagem suficiente para retornar dos boxes na liderança.

‘A segunda parte da corrida foi muito estranha, estava difícil aquecer os pneus macios. O Seb permaneceu com os pneus, que não estavam se desgastando tanto, e entrou na corrida pela estratégia. Eu achei que estava ficando interessante e não queria que o Seb conseguisse os 20 segundos mágicos para parar e voltar na liderança’, explicou.

A esperada chuva veio apenas na 66volta. Desta forma, os carros se aproximaram uns dos outros, mas não houve qualquer mudança entre os primeiros colocados, com Mark Webber cruzando a linha de chegada à frente de Rosberg e do espanhol Fernando Alonso (Ferrari), novo líder do Mundial com 76 pontos.

Publicidade