Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Walter reclama de bullying: ‘Juiz falou para eu emagrecer’

Atacante do Goiás, que admitiu ter voltado fora de forma das férias, se desentendeu com o árbitro Bruno Rezende após empate com a Aparecidense

Por da redação Atualizado em 30 jan 2017, 16h02 - Publicado em 30 jan 2017, 15h58

O carismático atacante Walter está acostumado com as provocações vindas de torcedores e jornalistas em relação à sua forma física e, às vezes, até entra na brincadeira. Neste domingo, no entanto, o jogador do Goiás demonstrou bastante incômodo quando o bullying partiu de ninguém menos que o árbitro da partida. Após o empate em 2 a 2 diante da Aparecidense, Walter afirmou que o juiz Bruno Rezende o aconselhou a perder peso em vez de reclamar.

“Ele falou para mim ‘vai emagrecer mais um pouco, que eu apito meu jogo aqui’. Eu sou um jogador muito experiente, todo mundo me conhece e sabe que não sou de briga. Mas o juiz falar isso para mim é uma falta de respeito”, afirmou o jogador à TV Anhanguera.

  • O árbitro negou. “De maneira alguma houve isso. Tenho o maior respeito tanto pelo Walter como por qualquer jogador do Campeonato Goiano e do Brasileiro. O que houve foi que no momento da expulsão os jogadores do Goiás me cercaram e o Walter estava no meio deles, muito agitado. Falei que ele não precisava colocar a mão em mim e me empurrar”, alegou Bruno Rezende.

    Walter, que teve seu peso contestado durante as passagens por Inter, Fluminense e Atlético-PR, afirmou durante a pré-temporada que voltou das férias oito quilos acima do que considera seu peso ideal (cerca de 95 quilos). Neste domingo, ainda visivelmente fora de forma, ele entrou aos 13 minutos da segunda etapa e teve atuação apagada.

    Walter durante os treinamentos do Goiás em janeiro de 2017
    Walter durante os treinamentos do Goiás em janeiro de 2017 Reprodução/Instagram

    https://www.instagram.com/p/BPP0sVkhddces–077-M9MBblrDHjnPPWybyis0/?taken-by=oficialwalter18

    Continua após a publicidade
    Publicidade