Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Wada promete analisar caso de doping de Pedro Solberg

Por AE-AP

Montreal – A Agência Mundial Antidoping (Wada) anunciou nesta quarta-feira que irá abrir uma ação disciplinar contra o laboratório do Rio que apontou uso de doping do brasileiro Pedro Solberg, um dos melhores jogadores de vôlei de praia do mundo, após um novo exame na amostra de urina do atleta, realizado em Colonia, na Alemanha, não detectar a presença do esteroide androstane.

Solberg passou por um exame no dia 30 de maio e, em 13 de julho, a Federação Internacional de Vôlei (FIVB) anunciou que o resultado do teste tinha dado positivo para uso da substância proibida, após análise do laboratório brasileiro Ladetec, que é credenciado pela Wada. Na época, o fato levou o brasileiro a ser suspenso provisoriamente das competições até o julgamento do caso.

Entretanto, Solberg alegou inocência e questionou os procedimentos do laboratório no processo de análise do seu exame. E a FIVB acabou cancelando a suspensão, em agosto, depois de o atleta ser respaldado pelo médico brasileiro Eduardo de Rose, uma das maiores autoridades mundiais do controle antidoping, que indicou possibilidade de falha do Ladetec nesse caso.

Após o resultado do novo exame realizado na Alemanha, a FIVB arquivou o caso e disse que Solberg não sofrerá nenhuma punição, em decisão anunciada na última terça. E, nesta quarta, a Wada informou que seu grupo de peritos irá analisar o casoentre os dias 9 e 10 de novembro, em um encontro agendado para acontecer em Montreal, no Canadá.

A FIVB pediu para a Wada investigar este “lamentável incidente”, como ela própria definiu, que colocou o atleta brasileiro sob suspeita de uso de doping. A entidade ainda revelou que os últimos exames inocentaram o brasileiro da possibilidade do uso de testosterona dentro de índices não permitidos pelas regras antidoping.

Filho da ex-jogadora Isabel e irmão de Maria Clara e Carolina, que formam uma dupla no vôlei de praia, Pedro Solberg foi campeão do Circuito Mundial em 2008, jogando ao lado de Harley. Atualmente, ele faz parceira com Ferramenta, com o qual foi terceiro colocado da última etapa desta temporada, realizada no começo do mês, em Marrocos. O brasileiro, de 25 anos, também formou dupla com Ricardo e Pedro Cunha em sua carreira na modalidade.

Referência no País, o laboratório Ladetec é detentor da licença para realizar os exames antidoping da Copa do Mundo de 2014 e da Olimpíada de 2016, dois grandes eventos do esporte que serão realizados no Brasil.