Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vôlei: Tifanny renova com o Bauru

Primeira atleta trans do vôlei nacional foi destaque da equipe na última temporada da Superliga feminina com a melhor média de pontos

Tifanny Abreu renovou contrato por mais uma temporada com o Vôlei Bauru, equipe que se chamará Sesi Bauru a partir da próxima Superliga feminina de vôlei. Primeira atleta transexual a disputar o torneio, ela foi destaque na edição 2017/2018 da ao fazer 308 pontos em 14 jogos, com a média de 5,4 pontos por set, o maior do torneio que ainda está em andamento. Seu bom desempenho o colocou no radar da seleção feminina.

“O primeiro motivo que me fez optar pela renovação foi a receptividade que tive por aqui, todo o carinho da torcida, da cidade e a forma com que todos me acolheram e me protegeram de todas as polêmicas”, afirmou a jogadora.

Tifanny já defendeu  Foz do Iguaçu, Juiz de Fora, São Carlos, Taquaritinga, São José dos Campos, Esmoriz (Portugal), Caravaca de la Cruz e Sevilha (Espanha), Aniere (França), JTV Dero Zele-Berlare (Bélgica) na categoria masculina.

Após realizar a cirurgia de adequação  sexual, em 2014, e receber a permissão da Federação Internacional de Vôlei (FIVB), jogou pelo Golem Palmi (Itália) em 2017, antes de ser contratada pelo Bauru. Nesta temporada, o time foi eliminado pelo Dentil Praia na fase quartas de final e terminou na oitava colocação da Superliga.