Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vôlei: Praia Clube elimina o time de Tifanny e chega à final da Superliga

Destaque do Bauru parou nos bloqueios do time de Uberlândia, que chegou a uma inédita decisão mineira diante do Minas Tênis Clube

O Praia Clube tornou-se o primeiro finalista da Superliga Feminina de Vôlei de 2018/2019. Jogando com o apoio de sua torcida em Uberlândia, o time mineiro fez 3 a 0, com facilidade, com parciais de 25/18, 25/21 e 25/14, e eliminou o Bauru, de  Tifanny Abreu, primeira transexual do vôlei brasileiro, que recentemente envolveu-se em polêmicas com o técnico Bernardinho. A jogadora marcou oito pontos na partida.

Bem nos bloqueios e anulando as adversárias, a equipe do Praia Clube mostrou toda sua força ofensiva para chegar à final. O Bauru demorou, mas conseguiu encaixar o ataque depois de vários erros, se aproximando no marcador. Foi quando a defesa do Praia voltou a fazer a diferença e o time retomou uma boa vantagem, fechando em 25 a 18 o primeiro set.

A segunda parcial foi mais equilibrada, com o Bauru procurando colocar mais intensidade no jogo e chegando a ficar na frente do placar em alguns poucos momentos. Foi já depois da metade do set que as donas da casa voltaram a impor mais o jogo, abrindo cinco pontos e depois fechando o placar em 25 a 21.

Para o terceiro set, o panorama se manteve com o Praia saindo na frente. Sem muita resistência das visitantes, o time foi achando espaços para colocar a bola no chão e abrir uma grande distância no marcador, chegando a ficar com dez de frente. No fim, o Praia fechou com 25 a 14.

Na decisão, o time enfrentará o Minas Tênis Clube, que eliminou o Osasco por 3 sets a 1, com parciais de 25/15, 19/25, 27/25 e 25/19, no Ginásio José Liberatti, na grande São Paulo. Será a primeira final entre duas equipes mineiras da história do torneio.