Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Voeckler vence 16 etapa e Wiggins se aproxima do título

O francês Thomas Voeckler venceu a 16etapa da Volta da França, disputada nesta quarta-feira entre as localidades de Pau e Bagneres-de-Luchon. Já o britânico Bradley Wiggins, com ajuda da equipe Sky, se defendeu bem dos ataques do italiano Vicenzo Nibali e se aproximou do título.

Em uma etapa montanhosa, Voeckler sabia que poderia acabar favorecido, e não decepcionou para conquistar sua quarta vitória na Volta da França. O atleta participou de uma escapada com 38 competidores no início, atacou de forma definitiva no Peyresourde, última elevação do trajeto, e deixou para trás o compatriota Brice Feillu para ganhar.

Entre os ciclistas que ainda sonha com a conquista do título, Nibali partiu para o ataque contra Wiggins, sem sucesso. O britânico soube como se defender das investidas do concorrente e ainda contou com a proteção do escudeiro Christopher Froome, seu compatriota.

Se Wiggins passou a acariciar o título, o que seria um feito histórico para o ciclismo britânico, o sonho do bicampeonato da Volta da França praticamente acabou para o australiano Cadel Evans, que voltou a perder tempo de maneira excessiva na 16etapa.

O percurso começou com uma escapada de 38 ciclistas, que subiram juntos o Aubisque, primeira montanha do percurso. A briga pelas posições se intensificou no Tourmalet, onde Voeckler e Feillu se desgarraram. No Peyresourde, o primeiro partiu de maneira decidida para vencer a etapa.

O luxemburguês Frank Schleck, irmão mais velho de Andy, é acusado de doping e foi sacado da disputa por sua equipe, a RadioShack. Em um comunicado, o ciclista negou o uso de substância proibida, exigiu a análise da contraprova e avisou que, caso o resultado do exame seja confirmado, pretende alegar ‘envenenamento’.