Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vitória do Vasco no clássico tem provocações de Rodrigo e chilique de Fred

Zagueiro vascaíno trocou farpas com atacante do Fluminense e foi criticado pelo técnico Enderson Moreira e até por Juninho Pernambucano

A vitória do Vasco sobre o Fluminense neste domingo foi marcada pela forte rivalidade entre as equipes. Antes da partida, a equipe tricolor provocou o rival na apresentação de Ronaldinho Gaúcho, seu grande reforço para a temporada e que também negociou com o Vasco. No entanto, foram os vascaínos que deixaram o Maracanã contentes. O zagueiro Rodrigo, capitão do Vasco, se desentendeu com o atacante Fred durante toda a partida e dedicou a vitória ao jogador do Fluminense – que, por sua vez, deixou o campo furioso e descontou até em um repórter.

Vasco vence Fluminense e frustra festa de Ronaldinho

Ao deixar o gramado, Fred foi perguntado sobre a confusão com Rodrigo pelo repórter do SporTV Raphael de Angeli. Ele então pediu que a pergunta fosse relacionada ao jogo e foi atendido pelo jornalista. Mesmo assim, Fred perdeu a paciência. “Não sabe nem fazer uma pergunta”. Já mais calmo, nos vestiários, Fred pediu desculpa pela indelicadeza e disse que Rodrigo “deveria aproveitar melhor os seus últimos momentos de carreira”.

Feliz pela vitória que aliviou a pressão no Vasco, Rodrigo também concedeu entrevistas e tripudiou sobre Fred. “Está aí um presentinho para ele. O Fred é um cara que se sente incomodado, não sabe jogar contra um defensor como eu, que marca em cima, marca forte. Aí ele se perde”, desabafou o zagueiro à Rede Globo. Sobrou até para o comentarista Juninho Pernambucano, um ídolo vascaíno, que havia contestado a liderança de Rodrigo em outra transmissão.

“Juninho, você falou que eu cobro até tiro de meta. Eu cobrei tiro de meta porque nosso goleiro não estava aguentando mais. Eu cobro falta porque o treinador determina”. Juninho respondeu prontamente. “Agradeço a participação do Rodrigo, ele tem o direito de responder. Sou comentarista e vou analisar do jeito que eu quero. Ele está empolgado, mas é uma liderança exagerada dentro do time”.

O técnico do Fluminense Enderson Moreira também foi bastante duro ao falar sobre o capitão vascaíno. Ele relembrou o período em que trabalhou com o atleta de 34 anos, que estava afastado devido a uma embolia pulmonar. “Já trabalhei com o Rodrigo, e me chama a atenção essa falta de humildade, ele se achar mais do que é. É um zagueiro de qualidade, mas estava praticamente fora do futebol quando demos uma chance a ele no Goiás. Às vezes, ele não lembra do passado. Agora aproveita o momento de vitória para falar alguma coisa que possa atingir outra pessoa.”

(Da redação)