Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vitória bate Ponte e volta a entrar na briga pelo acesso

Por AE

Salvador – O Vitória voltou na briga direta pelo acesso. Nesta terça-feira, no estádio Barradão, em Salvador, não tomou conhecimento da Ponte Preta e, pela 26.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, venceu por 2 a 0 e voltou a sonhar pela vaga. Com 39 pontos, o time baiano está na sétima colocação, com cinco pontos a menos que o Americana, que está em quarto. Por sua vez, a equipe de Campinas caiu uma posição, permanecendo com 46, agora em terceiro.

A Ponte Preta começou o jogo com tudo e aos quatro minutos quase abriu o placar. Ricardo Jesus recebeu na área e bateu cruzado, acertando a trave de Douglas, vendido na jogada. Melhor na partida, a sorte do time de Campinas mudou aos 25 minutos. O zagueiro Alisson e o meia Ricardinho se estranharam em campo e acabaram sendo expulsos.

O Vitória melhorou muito no jogo e aos 30 minutos chegou ao seu gol. Após cobrança de escanteio de Fernandinho, Zé Luis subiu mais que todo mundo e testou para o fundo das redes.

O time baiano voltou melhor para o segundo tempo e pressionou mais em busca do seu gol. A melhor chance foi com Geovani, aos 23 minutos. Após lançamento de Marquinhos, ele recebeu dentro da área, livre, mas na hora da batida pegou mal na bola, que saiu sem perigo ao gol de Bruno.

Com o passar do tempo, a Ponte Preta ganhou força no seu campo de ataque, mas não criava chances reais de gol. A mais perigosa foi com Tiago Luís que bateu da entrada da área, mas sem muito perigo para Douglas. No final da partida, o Vitória ampliou o placar. Nino Paraíba recebeu na área e, na saída de Bruno, estufou as redes do arqueiro, que ficou vendido na jogada.

Na próxima sexta-feira, pela 27.ª rodada, a Ponte Preta volta a jogar contra o Salgueiro, em Araraquara (SP), às 20h30. No mesmo dia e horário, o Vitória enfrenta o Paraná, em Curitiba.

Ficha Técnica:

Vitória 2 x 0 Ponte Preta

Vitória – Douglas; Nino, Alisson, Jean e Fernandinho; Zé Luís, Uelliton (Maurício), Charles Vágner e Geovanni (Mineiro); Marquinhos e Fábio Santos (Neto Baiano). Técnico: Vágner Benazzi.

Ponte Preta – Bruno; Patric, Wéscley, Ferrón e João Paulo (Tiago Luís); Xaves (Murilo), Mancuso, João Paulo Silva (Márcio Diogo) e Renatinho; Ricardinho e Ricardo Jesus. Técnico: Gilson Kleina.

Gols – Zé Luis, aos 30 minutos do primeiro tempo; Nino, aos 41 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos – Nino, Fábio Santos e Charles Vágner (Vitória); Xaves e Mancuso (Ponte Preta).

Cartões vermelhos – Alisson (Vitória); Ricardinho (Ponte Preta).

Árbitro – Péricles Bassols Pegado Cortez (RJ).

Renda – R$ 55.270,00.

Público – 5.785 pagantes.

Local – Estádio Barradão, em Salvador (BA).