Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vitor Junior, do Dragão, culpa erros individuais por derrota em Minas

O Atlético-GO esteve duas vezes à frente do placar na noite deste domingo, na Arena do Jacaré, mas não conseguiu manter a vantagem diante de um aguerrido Cruzeiro, sucumbindo à pressão da Raposa e saindo derrota por 3 a 2 de Sete Lagoas. Descontentes com os vacilos, os atleticanos saíram de campo reclamando de desatenções.

O que mais chamou atenção no lance dos gols cruzeirense foi que, no primeiro, mesmo com o Dragão estando em vantagem, a equipe tomou um contra-ataque rápido e viu Farías marcar o tento que deixou o placar em 1 a 1.

No segundo, após ter voltado a ficar na frente com um lance confuso de Felipe, o time visitante do dia mostrou outra desatenção em jogada de bola parada, deixando Anselmo Ramon livre para empatar após desvio na primeira trave.

Um dos destaques na últimas partidas, o meia Vitor Junior comentou sobre a forma como o revés foi construído. Para ele, a equipe sabia do perigo em jogar diante dos celestes, mas não mostrou o empenho necessário para sair vencedor.

‘Difícil, a gente sabia da dificuldade que seria jogar aqui contra o Cruzeiro pela situação deles, brigando contra rebaixamento. Pecamos em erros individuais, que não podem acontecer. Mas agora é procurar acertar contra o Inter’, analisou.

Com 42 pontos conquistados, o Atlético se manteve no meio da tabela, brigando pore uma vaga na Copa Sul-americana. Na próxima rodada, domingo, o time terá o Internacional pela frente, no Serra Dourada.