Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Vídeo: jogador de rúgbi é suspenso por 3 anos por atacar juíza

A árbitra Maria Beatrice Benvenuti Julgado teve de ser levada, depois da partida, a um hospital, onde foi diagnosticada com uma lesão cervical

Por Da redação 16 dez 2016, 15h00

O jogador argentino Bruno Andrés Doglioli, do Vicenza, time de rúgbi da Itália, foi banido do esporte por três anos, pela Federação Italiana, por atacar uma árbitra no último fim de semana, no confronto diante do Valsugana.

O jogador de 33 anos deu um forte golpe pelas costas – mais conhecido como tackle, famoso jargão do rúgby  – em Maria Beatrice Benvenuti Julgado, e no lance não havia nenhum adversário perto de Doglioli, o que foi decisivo para a entidade considerar o ato proposital e decretar a severa punição – a mais dura do rúgbi italiano nos últimos 20 anos.

Na ocasião, a juíza puniu o jogador apenas com um cartão amarelo e seguiu no jogo, mesmo machucada. Após o apito final, ela precisou ser levada ao hospital, onde foi diagnosticada com uma lesão cervical pelo impacto do golpe.  Antes mesmo da punição, o Vicenza já havia suspendido preventivamente Doglioli. “Foi um incidente que não teve justificativa. Foi um momento de perda de controle de um jogador que, em décadas de carreira, sempre se comportou correta e profissionalmente”, explicou o clube.

  • Doglioli chegou a divulgar uma nota pedindo desculpas pela atitude, mas não explicou o motivo do golpe na árbitra. “Bruno Doglioli, ciente da gravidade do que aconteceu, quer primeiro enviar o mais sincero arrependimento à árbitra Maria Beatrice Benvenuti. Ao mesmo tempo, se desculpa com seus companheiros, membros do clube, patrocinadores e torcedores pelo incidente, que pode danificar a imagem deste maravilhoso esporte”, comentou via o site oficial do Vicenza.

    (Com Estadão Conteúdo)

    Continua após a publicidade
    Publicidade