Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vice-presidente se sente até envergonhado com elenco do São Paulo

A contratação de Emerson Leão, no fim de outubro, já veio como um recado à necessidade de o elenco do São Paulo alterar sua postura. Mas os resultados não mudaram e, em meio às férias dos jogadores, o vice-presidente de futebol, João Paulo de Jesus Lopes, foi mais direto: os atletas fizeram a torcida ter vergonha.

‘Os resultados não foram bons. Eles nos decepcionaram, decepcionaram a torcida e, em alguns momentos, até nos envergonharam, como foi o caso daquele jogo São Paulo x Bahia’, falou o dirigente em entrevista exclusiva ao programa Gazeta Esportiva, da TV Gazeta.

A partida que mais irritou Jesus Lopes ocorreu já sob o comando de Leão, em 5 de novembro. O Tricolor paulista vencia por 3 a 1 no Nordeste, no segundo tempo, mas acabou cedendo a virada e perdendo por 4 a 3. O símbolo da falta de comprometimento ficou com João Filipe, que desobedeceu a ordem do técnico, arrancou ao ataque e pediu para ser substituído logo depois por cansaço.

A consequência foi a saída da briga pelo título brasileiro e um segundo ano consecutivo sem disputar a Libertadores. ‘Medimos o sucesso pelo resultado apresentado. Quem for fazer alguma métrica no São Paulo Futebol Clube, vai se decepcionar. Precisamos mudar, e é nisso que estamos trabalhando’, afirmou o vice-presidente.

Na estratégia de alterar o perfil da equipe, já está bastante encaminhada a contratação do volante Fabrício, do Cruzeiro, tido como atleta de ‘sangue nos olhos’ que falta ao grupo. O zagueiro Paulo Miranda, do Bahia, também está bem próximo, mas viria para completar o elenco.

‘São jogadores que nos interessam. Em momento oportuno, mostraremos como estão essas negociações. Mas eu diria que têm boas chances’, tentou se esquivar Jesus Lopes, praticamente descartando a vinda de Montillo. ‘Acho muito difícil na medida em que, pelo que estamos informados, há outras negociações em andamento.’