Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Vettel triunfa em Cingapura e fica a um ponto do bicampeonato

Por Da Redação 25 set 2011, 11h16

O alemão Sebastian Vettel venceu o Grande Prêmio de Cingapura, realizado na manhã deste domingo. No entanto, o britânico Jenson Button (McLaren) chegou na segunda colocação e impediu a definição antecipada do campeonato. Para garantir o bi matematicamente, o piloto da Red Bull precisa de apenas um ponto na etapa do Japão, marcada para o dia 9 de outubro.

A cinco corridas do final, Vettel contabiliza 309 pontos, 124 a mais que Button. Se o piloto da McLaren não vencer no Japão, o alemão é campeão independente de seu desempenho. O australiano Mark Webber (Red Bul), terceiro colocado neste domingo, está fora da briga pelo título. Assim como o espanhol Fernando Alonso (Ferrari), quarto lugar em Cingapura.

Em 14 corridas, Sebastian Vettel soma nove vitórias, quatro segundos lugares e um quarto posto. Com apenas 24 anos, o iminente bicampeão mundial tem 32 pódios e 690 pontos em um total de 76 corridas. Na manhã deste domingo, o alemão alcançou sua 19vitória na carreira.

Entre os brasileiros, Felipe Massa (Ferrari), prejudicado por um toque do inglês Lewis Hamilton (McLaren), terminou na nona colocação. O veterano Rubens Barrichello (Williams) chegou a flertar com zona de pontuação, mas ficou apenas no 13lugar. Para completar, Bruno Senna (Renault) acabou em 15 .

A Corrida – Depois de registrar a 11pole position da temporada, Vettel manteve a liderança na largada sem dificuldade. Button, por sua vez, aproveitou o começo deficiente de Webber e pulou para o segundo posto. Enquanto o australiano caiu para a quarta colocação, Alonso subiu dois lugares e virou terceiro.

Continua após a publicidade

No pelotão intermediário da disputa, os outros dois representantes brasileiros fizeram largadas discretas. Nos primeiros metros, o veterano Rubens Barrichello caiu da 12para a 13colocação. Já Bruno Senna ganhou uma posição e assumiu o 14posto.

Em um começo ruim, Hamilton desceu do quarto para o oitavo posto. Desta forma, Massa assumiu o quinto lugar, seguido pelos alemães Nico Rosberg e Michael Schumacher, ambos da Mercedes. Com ímpeto, o inglês da McLaren conseguiu ultrapassar a dupla de germânicos rapidamente.

Na 10volta, Webber aproveitou o desgaste dos pneus de Alonso e tomou o terceiro lugar do espanhol. Assim, o ferrarista parou nos boxes, mesmo caminho tomado por Massa na volta seguinte. Logo depois de retornar, o brasileiro sofreu um toque de Hamilton e seu pneu traseiro furou. Desta forma, ambos precisaram fazer um pit-stop e o inglês ainda foi punido.

Na 20das 61 voltas da corrida, Vettel contava com uma confortável vantagem em relação a Button, que por sua vez estava longe de Alonso. No 30giro, Schumacher cometeu um erro de cálculo, tocou na roda traseira da Sauber do mexicano Sérgio Perez e causou um acidente. Com a entrada do safety car, boa parte dos pilotos aproveitou para entrar nos boxes.

A prova recomeçou na 34volta, com os carros colados uns aos outros. Webber aproveitou e tomou o terceiro posto de Alonso. Em uma corrida de recuperação, Hamilton ultrapassou uma série de competidores, inclusive os brasileiros Felipe Massa e Rubens Barrichello, além do escocês Paul di Resta (Force India), empresariado por seu pai, terminando em quinto.

Sem ser incomodado em nenhum momento, Vettel simplesmente administrou sua vantagem de maneira inteligente e venceu com tranquilidade. Na parte final da prova, em um duelo brasileiro, Felipe Massa superou Rubens Barrichello e embalou rumo à nona colocação da corrida.

Continua após a publicidade
Publicidade