Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vettel minimiza estatísticas desfavoráveis em relação ao mês de julho

Hockenheim (Alemanha), 21 jul (EFE).- Sebastian Vettel (Red Bull) já tem 22 vitórias na carreira na Fórmula 1, que o ajudaram a ser bicampeão mundial, mas nenhuma delas foi conquistada no mês de julho, em que ele faz aniversário, nem no Grande Prêmio da Alemanha, que em 2012 é disputado no circuito de Hockenheim, há 40 minutos da cidade natal do piloto (Heppenheim).

Em entrevista após o treino oficial disputado neste sábado, no qual obteve o segundo lugar do grid para a corrida deste domingo, Vettel minimizou a importância dessas estatísticas.

‘Já disse na quinta-feira, não acredito nessas coisas. E não por ter sido segundo colocado hoje que julho passou a ser um mês melhor. Mas não pode ser um mês ruim, eu nasci nesse mês’, declarou o alemão, que no último dia 3 completou 25 anos.

Apesar de ter sido pouco mais de quatro décimos mais lento que o pole position, o espanhol Fernando Alonso (Ferrari), Vettel acredita que poderia ter ficado com a primeira posição.

‘Acho que foi um treino interessante e, como disse Fernando, as coisas poderiam ter acontecido de forma completamente diferente do que se espera. Por isso não estava totalmente contente com a volta que dei no final, quando as condições eram as melhores’; analisou o piloto da casa, que lamentou ter perdido tempo atrás de seu companheiro de equipe, o australiano Mark Webber, em uma volta rápida.

Sobre a corrida deste domingo, o bicampeão mundial considerou difícil fazer prognósticos por conta da possibilidade de chuva.

‘Pode ser uma loteria com estas condições meteorológicas, e até por sorte não perdermos o carro hoje. É bom largar na primeira fila. Até o momento, estamos sendo bastante consistentes e isso é algo que será fundamental’, destacou. EFE