Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Vento e maré destroem rampa da vela olímpica na Marina da Glória

Empresa responsável pela construção da rampa está fazendo avaliações para iniciar reconstrução. Estrutura servia a cinco classes da vela olímpica

Por Da redação
Atualizado em 30 jul 2016, 18h54 - Publicado em 30 jul 2016, 18h43

Além de atingir o Centro de Transmissão de TV da Praia de Copacabana, a ressaca, combinada a ventos fortes, destruiu na manhã deste sábado uma das rampas da Marina da Glória, onde serão realizadas as competições de vela na Olimpíada. A estrutura é temporária e serve para o acesso dos barcos à Baía de Guanabara. A empresa que construiu a rampa está avaliando a avaria para dar início à sua reconstrução.

Segundo o Comitê Rio-2016, o problema não prejudica a Olimpíada porque a Marina tem outra rampa, esta fixa, de concreto. A temporária fora construída para agilizar as operações em dias de competições. O incidente foi nesta manhã de sábado e os atletas que já estão no Rio treinaram normalmente, conforme informou a organização dos Jogos Olímpicos, usando a rampa de concreto. As provas olímpicas começam no dia 8. A rampa que se partiu servia a cinco classes: Laser radial, Finn, 470, 49er e Skiff 49er.

No total, a competição terá dez eventos, cinco masculinos, quatro femininos e um misto. A Marina, localizada no Parque do Flamengo, ficou um ano e quatro meses em obras para se preparar para a Olimpíada. A instalação foi aberta em abril, com dois meses de atraso. As obras custaram 70 milhões de reais e foram motivo de contestação por parte de moradores, uma vez que o parque é tombado pelo patrimônio e a reforma modificou o projeto original.

Outra controvérsia é quanto às águas da baía, cujo plano de despoluição falhou. Em 2009, quando o Rio foi anunciado sede dos Jogos de 2016, foi firmado o compromisso de se limpar pelo menos 80% da baía, o que não foi cumprido. Os ambientalistas consideram que foi uma oportunidade única perdida.

(com Estadão Conteúdo)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.