Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Venda de ingressos derruba dirigente olímpico ucraniano

Por AE -AP

Kiev – O secretário-geral do Comitê Olímpico Ucraniano renunciou nesta segunda-feira ao seu cargo após ser acusado de vender ingressos para os Jogos de Londres no mercado negro. A saída de Volodymyr Gerashchenko foi confirmada pelo comitê, que também anunciou a abertura de uma investigação sobre o escândalo.

Gerashchenko foi acusado em uma reportagem de TV da BBC na semana passada de contar para um repórter que estava disfarçado de cambista que ele estava disposto a vender até 100 ingressos.

Presidente do Comitê Olímpico ucraniano, Sergei Bubka disse que a entidade “leva as acusações muito a sério e é por isso que agiu com tanta rapidez para resolver as informações recentes da BBC”.

Um painel independente, formado por três pessoas, foi criado para investigar o caso e Gerashchenko prometeu cooperar com a apuração, disse o comitê. O dirigente era secretário-geral desde 1997, tinha sido suspenso pela entidade na terça-feira passada após a reportagem da BBC.

Na Grã-Bretanha, a venda de ingressos para a Olimpíada no mercado negro pode render multa de até 20 mil libras. De acordo com as regras aplicáveis fora da União Europeia, os bilhetes só podem ser vendidos para pessoas que sejam residentes no país.