Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Time de Vinicius Noronha pede doações para traslado do corpo para o Brasil

Velório do jogador de vôlei, encontrado morto na Espanha, acontece nesta terça-feira (19) na cidade de Teruel, região de Aragão

O Club Voleibol Teruel, time espanhol que o jogador brasileiro Vinicius Noronha defendia, criou uma campanha com o objetivo de arrecadar fundos para a realização do traslado do corpo do líbero para o Brasil — ele foi encontrado morto nesta segunda (17), em sua casa, na Espanha. As contas foram disponibilizadas na conta do clube no Twitter. A causa da morte ainda não foram revelada. Procurado por VEJA, o Itamaraty ainda não se posicionou a respeito do caso.

O velório acontece nesta terça-feira (19) pela manhã, na cidade de Teruel, região espanhola de Aragão. A cerimônia começou por volta do meio-dia (hora local, 7h de Brasília) no necrotério San Julian de Teruel. O funeral ocorrerá na quarta-feira, na Igreja de Santa Emerenciana, às 12h30 (local, 7h30 de Brasília).

Em comunicado, o clube agradeceu o apoio recebido após a inesperada morte do brasileiro de 26 anos. Em seu Twitter, o time se despediu do jogador com mensagem destacando seu “sorriso eterno” e a “lacuna insubstituível” que deixa.

Vinicius Noronha foi convocado na segunda-feira (17) pela manhã, juntamente com o restante do elenco, para seguir até Alcañiz, onde disputaria a primeira partida da pré-temporada contra o L’Illa Grau. Como não compareceu, membros do clube foram até a sua residência e encontraram o líbero brasileiro morto.

O jogador estava no clube desde 2014 e, no final da temporada passada, teve seu contrato renovado. O brasileiro foi eleito o melhor líbero da última edição da Superliga espanhola.

(com EFE)