Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Velejadores celebram chance de treinar em raia olímpica

Por Da Redação - 19 jun 2012, 16h18

Por AE

São Paulo – Com expectativa de novamente conquistas medalhas olímpicas para o Brasil, a equipe brasileira de vela viaja esta semana para a cidade de Weymouth, na Inglaterra, para uma fase de treinos na mesma raia que receberá a disputa durante os Jogos de Londres. Ficarão 10 dias lá Fernanda Oliveira/Ana Barbachan (470 Feminina), Ricardo Winicki, o Bimba(RS:X), Bruno Fontes (Laser) e Robert Scheidt/Bruno Prada (Star).

“Será um período que teremos oportunidade de testar mais uma vez as raias. Teremos tempo de treinar para ajustar o barco nas condições locais, e isso é muito importante. Quanto mais velejarmos lá, maior será a chance de estarmos a vontade durante as regatas nos Jogos”, comentou a medalhista olímpica Fernanda Oliveira, da classe 470 Feminina.

As brasileiras vão ter a companhia, durante os treinos, de velejadoras de Itália e Espanha, mas irão encontrar, em Weymouth, diversas das embarcações que estarão na Olimpíada. “A maioria das nossas adversárias estará em Weymouth nos próximos dias. Além disso, serão organizadas algumas regatinhas pelos próprios treinadores, e isso será muito proveitoso. Precisamos acertar o barco e ainda definir uma vela. É difícil estar 100%, sempre achamos que ainda falta intensificar alguma coisa, mas o importante é darmos o nosso máximo até o final do período de treinos”, completou Fernanda.

Publicidade

Já Robert Scheidt e Bruno Prada, que chegarão a Londres como favoritos, já visualizam uma disputa por medalhas. “Vamos fazer ajustes finais de equipamentos, principalmente as velas, treinamentos intensos na área da medal race, além de treinos físicos e de manobras. As duplas da França, Dinamarca e Suécia estarão conosco em Weymouth”, destacou o proeiro Bruno Prada.

Publicidade