Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Vazado duas vezes, Ricardo aprova desempenho na meta do Figueirense

Por Da Redação - 27 maio 2012, 22h02

Entra ano, sai ano e Wilson continua sendo incontestável na meta do Figueirense. Contudo, a lesão do capitão do time abriu espaço para Ricardo ganhar uma chance entre os titulares neste domingo, no empate por 2 a 2 com o Fluminense, no Engenhão.

Apesar de vazado duas vezes, o novo goleiro do Alvinegro valorizou o empate fora de casa, diante de uma equipe candidata ao título nacional. Ricardo não deixou de lembrar, porém, que o Figueirense atuou com um homem a mais desde os 30 minutos do primeiro tempo.

‘Você empatar dentro do Engenhão com o Fluminense sempre é resultado positivo, por causa das circunstancias nós ficamos com um homem a mais e poderíamos ter saído com a vitória’, analisou o atleta.

Ricardo soube que seria titular na meta alvinegra na quarta-feira, quando Wilson teve uma lesão no joelho direito constatada. Já recuperado da fratura no pé esquerdo que o tirou do banco de reservas do Figueira durante todo o primeiro turno do Campeonato Catarinense, ele espera agora manter o desempenho nas próximas partidas.

Publicidade

‘Fiz dez jogos pelo Figueirense e desde que cheguei sabia que tinha o Wilson. Mas sempre trabalhei e respeitei ele. Sou muito amigo dele e sempre que estou substituindo tento fazer o meu melhor’, declarou. ‘Agora é pensar no Corinthians’, disse sobre o próximo adversário.

Pensando em uma melhor preparação para o duelo com os paulistas, o Figueirense viaja para Atibaia, interior de São Paulo, no dia 31 e fica até a véspera do confronto concentrado em um hotel.

Publicidade