Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vasco tenta manter liderança contra Atlético-GO em casa

O Vasco assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro no fim de semana passado, quando goleou o Grêmio por 4 a 0 e atingiu os 45 pontos. Agora, para se manter no posto ao fim da 25rodada, o Cruz-maltino espera um bom resultado contra o Atlético-GO nesta quinta-feira, às 20h30 (de Brasília), em São Januário. O Dragão também atravessa uma boa fase e vem embalado pelo triunfo por 1 a 0 sobre o Atlético-MG. Os goianos somam 33 pontos, na parte intermediária da tabela de classificação.

A conquista do título brasileiro é a única motivação do Vasco até a reta final da competição. Já garantido na Copa Libertadores por ter vencido a Copa do Brasil, o Cruz-maltino entende que o fato de defender a liderança não é nem o mais importante neste compromisso diante do Atlético-GO. O fundamental, na visão dos vascaínos, é permanecer no pelotão de frente até a reta decisiva.

‘Nós queremos muito essa vitória sobre o Atlético Goianiense não pelo fato de nos mantermos na liderança e sim porque queremos ficar no pelotão de frente até a reta decisiva. Esse compromisso, por ser em casa, é fundamental neste aspecto’, afirmou o técnico Cristovão Borges.

Se o jogo contra o Atlético é considerado fundamental por conta da pontuação, os jogadores entendem que o apoio da torcida, que esgotou os ingressos na goleada sobre o Grêmio, é fundamental. A convocação, portanto, foi mais uma vez feita pelo elenco.

‘Esse apoio da torcida é sempre muito importante para o time do Vasco e foi determinante na vitória sobre o Grêmio no fim de semana. Tenho certeza de quem compareceu ao estádio no último sábado saiu satisfeito. Nós fizemos por merecer o resultado e tudo deu certo. Mas nem sempre vai ser assim, e, portanto, precisamos que a torcida esteja ao nosso lado em todas as ocasiões em São Januário. Daqui para frente, mais do que nunca, todos os jogos irão se transformar em verdadeiras decisões’, explicou o atacante Eder Luis.

O Vasco está definido para este duelo. O meia Juninho Pernambucano, que foi desfalque nos dois últimos jogos porque viajou para a França para resolver problemas particulares, reaparece ao lado de Diego Souza na criação de jogadas. Assim, o volante Fellipe Bastos fica no banco de reservas.

Na lateral esquerda, Julinho, que vinha permanecendo entre os suplentes desde que se recuperou de uma entorse no tornozelo esquerdo, recupera a condição de titular no posto do volante Jumar, que vinha sendo improvisado no setor. Na zaga, sem poder contar com Dedé, que recebeu o terceiro cartão amarelo diante do Grêmio e terá que cumprir suspensão, Cristóvão Borges definiu Victor Ramos como substituto, formando dupla com Renato Silva.

Pelo lado do Atlético, o técnico Hélio dos Anjos conversou com seus jogadores sobre as dificuldades de se enfrentar o Vasco em São Januário. O treinador considera o confronto desta quinta-feira como um dos mais complicados que o Dragão terá pela frente neste Campeonato Brasileiro.

‘Temos que nos preparar para um confronto muito disputado e complicado. O Vasco vem crescendo há muito tempo, fez uma grande Série B em dois mil e nove e ganhou a Copa do Brasil agora. O clube está estruturado e por isso está leve neste Campeonato Brasileiro, jogando sem pressão por estar na Copa Libertadores. Enfrentá-lo, ainda mais em São Januário, não será nada agradável. Mas a nossa equipe também está atravessando um grande momento e sonha com esta vitória’, disse Hélio dos Anjos.

O treinador vai promover duas alterações em relação à formação que atuou no fim de semana. O lateral direito Rafael Cruz e o zagueiro Gilson, que cumpriram suspensão contra o Atlético-MG, reaparecem nas vagas de Adriano e de Leonardo, respectivamente. No primeiro turno as duas equipes se enfrentaram em Goiânia (GO) e os vascaínos ganharam por 1 a 0.

FICHA TÉCNICA

VASCO X ATLÉTICO-GO

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 22 de setembro de 2011 (Quinta-feira)

Horário: 20h30(de Brasília)

Árbitro Evandro Rogério Roman (Fifa-PR)

Assistentes: Bruno Boschilia (PR) e José Amilton Pontarolo (PR)

VASCO: Fernando Prass; Fágner, Renato Silva, Victor Ramos e Julinho; Eduardo Costa, Rômulo, Juninho Pernambucano e Diego Souza; Eder Luis e Elton

Técnico: Cristovão Borges

ATLÉTICO-GO: Márcio; Rafael Cruz, Anderson, Gilson e Thiago Feltri; Agenor, Ernandes, Bida e Vitor Júnior; Juninho e Anselmo

Técnico: Hélio dos Anjos