Clique e assine com 88% de desconto

Vasco espera escapar de dúvidas e desconfianças por vice

Por Da Redação - 27 fev 2012, 17h01

O futebol tem a tradição de proporcionar injustiças, a principal vítima foi a Seleção Brasileira de 1982. Dono de uma sólida base desde o ano passado, o Vasco passou oito partidas da Taça Guanabara com um retrospecto perfeito e caiu justamente na final disputada na tarde deste domingo contra o Fluminense no estádio Engenhão. Mesmo sem alcançar a meta principal, o técnico Cristóvão Borges espera que o desempenho da equipe seja valorizado.

‘Ficamos chateados com o resultado, mas não temos dúvidas em relação ao nosso trabalho. Isso não vai causar desconfianças porque os resultados estão aí’, disse o treinador.

O Vasco retoma o projeto de buscar a decisão do Campeonato Carioca – para reencontrar o próprio Fluminense – com o início do segundo turno. Na quinta-feira, o clube de São Januário entra em campo diante do Bonsucesso na estreia da Taça Rio.

Ainda por cima, o Vasco carrega a preocupação de se classificar à segunda fase da Copa Libertadores da América. Após o fracasso na estreia contra o Nacional, do Uruguai, o time carioca enfrenta um adversário considerado indigesto, o Libertad, do Paraguai, no dia 6 de março.

Publicidade

‘Estamos tristes com essa derrota para o Fluminense, mas vamos seguir, é normal, ninguém quer perder uma decisão. Temos muito pela frente, a temporada ainda está começando’, minimizou Cristóvão Borges.

Publicidade