Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Vasco bate o Lanús nos pênaltis e pegará o Corinthians nas quartas

Por Da Redação 10 Maio 2012, 00h17

O Vasco sofreu, mas conseguiu avanças às quartas de final da Libertadores após bater o Lanús nos pênaltis. Os cruzmaltinos foram derrotados por 2 a 1, mas fizeram 5 a 4 nas penalidades e vão encarar o Corinthians na próxima fase da comeptição sul-americana. A equipe carioca chegou a abrir o placar com Nílton no primeiro tempo, mas sofreu a virada na etapa final.

Na disputa de pênaltis, somente o argentino Romero desperdiçou a cobrança. No lando vascaíno, Felipe, Juninho Pernambucano, Carlos Alberto, Renato Silva e Alecsandro fizeram e garantiram a classificação.

Nas quartas de final, o Vasco terá pela frente o Corinthians. A primeira partida será em São Januário, enquanto que o confronto da volta será no Pacaembu.

O jogo – O confronto começou muito pegado, com muitas faltas duras feitas por ambas as equipes. Com isso, a partida ficou centralizada no meio, sem lances de perigo. Só que na primeira chance do Vasco, os cariocas abriram o placar, aos 18 minutos. Juninho Pernambucano tocou para Nílton na entrada da área e o volante um chute forte e com efeito sem chance para Marchesín.

O gol não mudou o panorama do jogo, com o Lanús buscando o ataque e o Vasco tentando encaixar contra-ataques. Os cruzmaltinos neutralizavam os avanços dos argentinos e quase amplaram o marcador aos 31 minutos quando Fagner aproveitou falha da zaga, penetrou na área, mas chutou errado e para fora.

Continua após a publicidade

Os cariocas seguiram melhores em campo, desperdiçando oportunidades de chegar ao gol em contra-ataques. O Lanús criou sua melhor chance aos 43 minutos quando Regueiro aproveitou cruzamento, mas cabeceou para fora. Nos minutos seguintes, o Vasco manteve a boa atuação e conseguiu sair para o intervalo com a vantagem no placar.

O Lanús veio para o segundo tempo com uma escalação mais ofensiva e por pouco não empatou logo com cinco minutos. Araújo arriscou de fora da área pela direita, Fernando Prass espalmou para frente da área e a bola sobrou para Camoranesi. O meia chutou, mas em cima de Regueiro para desespero da torcida argentina. Só que aos 15 não teve jeito e os donos da casa empataram o marcador. Após cruzamento, a bola chegu a Pavone, que passou por Prass e tocou para a rede.

Depois do empate, o Lanús se empolgou e foi para cima dom Vasco. Aos 20 minutos, os argentinos por pouco não viraram após Regueiro chutar para boa defesa de Fernando Prass. Os cruzmaltinos tentavam os contra-ataque, mas Éder Luís não conseguia levar a melhor sobre os marcadores.

Quando o Vasco parecia ter conseguido neutralizar um pouco os avanços do Lanús, os donos da casa chegaram ao segundo gol. Camoranesi chutou de fora da área, Fernando Prass falhou ao tentar defender a bola, que sobrou no pé de Gutiérrez para tocar em direção a rede.

Depois disso, o confronto diminuiu de ritmo, mas o Lanús teve a chance da classificação aos 44 minutos. Pavone aproveitou cruzamento e cabeceou para grande defesa de Fernando Prass. Depois disso, o Vasco se segurou na defesa e esperou o árbitro apitar o final da jogo. Com isso, o duelo foi para os pênaltis.

Nas penalidades máximas, o argentino Romero bateu no travessão. Já os vascaínos acertaram as cobranças e garantiram a classificação cruzmaltina na Argentina.

Continua após a publicidade
Publicidade