Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Vasco bate Lanús nos pênaltis e enfrenta Corinthians

Por Da Redação 10 Maio 2012, 00h24

Por AE

Buenos Aires – O Vasco superou o Lanús nas cobranças de pênaltis pelo placar de 5 a 4, na noite desta quarta-feira, na Argentina, e se classificou para as quartas de final da Copa Libertadores. O triunfo com aproveitamento de 100% nas penalidades veio depois da derrota por 2 a 1 no tempo normal, placar que repetiu a vitória vascaína no jogo de ida, na semana passada.

Com a classificação, o time carioca garantiu mais um confronto brasileiro na competição, contra o Corinthians, nas quartas de final. A equipe paulista avançou ao derrotar o Emelec por 3 a 0, no Pacaembu, também nesta quarta.

O técnico Cristóvão Borges surpreendeu nesta noite ao deixar o experiente Felipe no banco de reservas, ao contrário do que vinha testando nos últimos treinos. A mudança, porém, acabou se mostrando acertada, uma vez que o substituto de Felipe, Nilton, abriu o placar do jogo com um belo chute de fora da área aos 18 minutos. Na comemoração, ele chorou.

O gol desnorteou o Lanús e praticamente silenciou sua torcida. O time da casa passou a errar muitos passes e pouco ameaçou o goleiro Fernando Prass. Aos poucos, porém, o Vasco recuou e o jogo ficou muito disputado no meio-campo.

Após o intervalo, o Lanús veio para o tudo ou nada. Pavone conseguiu o empate aos 15, numa bobeada da zaga do Vasco, que atuou desfalcada de Dedé. Com uma arbitragem confusa do paraguaio Carlos Amarilla, que não coibia faltas desleais do Lanús, o Vasco perdeu o controle da partida na metade do segundo tempo.

Aos 35, Fernando Prass rebateu para a frente chute de Velazques e Gutierrez desempatou. Até os minutos finais, o Lanús esteve próximo de fazer o terceiro. Mas o jogo acabou com o placar de 2 a 1.

Nos pênaltis, todos os cinco cobradores do Vasco marcaram: Felipe, Juninho Pernambucano, Carlos Alberto, Renato Silva e Alecsandro. Pelo Lanús, Regueiro, Velazquez, Camoranesi e Fritzler converteram. Romero foi o responsável pela cobrança errada, que eliminou o time argentino.

Continua após a publicidade

FICHA TÉCNICA:

LANÚS 2 (4) X (5) 1 VASCO

LANÚS – Marchesín; Araújo, Goltz, Braghieri e Velazquez; Pizarro (Gutierrez), Fritzler, Valeri (Romero), Camoranesi e Regueiro; Pavone. Técnico: Gabriel Schurrer.

VASCO – Fernando Prass; Fagner, Renato Silva, Rodolfo e Thiago Feltri; Rômulo, Nilton (Felipe), Juninho e Diego Souza (Allan); Éder Luís (Carlos Alberto) e Alecsandro. Técnico: Cristóvão Borges.

GOLS – Nilton, aos 18 minutos do primeiro tempo. Pavone, aos 15, e Gutierrez, aos 33 do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Pizarro, Pavone, Fernando Prass, Rodolfo, Braghieri, Thiago Feltri e Fritzler.

ÁRBITRO – Carlos Amarilla (PAR)

RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.

LOCAL – Estádio La Fortaleza, em Lanús, na Argentina.

Continua após a publicidade
Publicidade