Van Basten é suspenso e perde salário da TV por uso de saudação nazista

O ex-jogador e comentarista fez piada com a expressão "sieg Heil", utilizada para comemorar vitórias do nazismo alemão

Por Da Redação - 25 nov 2019, 18h47

O canal Fox Sports Holanda anunciou nesta segunda-feira 25 a suspensão por uma semana do lendário ex-jogador Marco Van Basten, que usou uma saudação nazista durante a transmissão do jogo entre Ajax e Heracles, no último sábado, pelo Campeonato Holandês. O vídeo viralizou nas redes sociais e o holandês foi punido de maneira branda.

Ao tentar brincar com a pronuncia alemã de um companheiro de transmissão, Van Basten usou a expressão “sieg Heil (viva a vitória, na tradução do alemão)”, saudação nazista proibida na Alemanha nos dias de hoje. O comentarista pediu desculpas rapidamente durante a partida. “Minha intenção não era chocar pessoas, peço desculpas”, justificou.

“Com uma piada inadequada em um momento inadequado, Van Basten cometeu um erro no último sábado. O que aconteceu é estúpido e inapropriado e a Fox Sports se distancia do que foi dito”, comunicou a emissora, que anunciou a doação do salário do jogador, referente a um programa semanal sobre o Campeonato Holandês, para o Instituto Holandês de Documentação sobre a Guerra (Niod), ‘com o intuito de promover o conhecimento da história da II Guerra Mundial’.

Os meias Georginio Wijnaldum e Frenkie de Jong, da Holanda, protestam contra o racismo em jogo contra a Estônia, pelas Eliminatórias da Eurocopa 2020

Os meias Georginio Wijnaldum e Frenkie de Jong, da Holanda, protestam contra o racismo em jogo contra a Estônia, pelas Eliminatórias da Eurocopa 2020 Rico Brouwer/Soccrates/Getty Images

A declaração foi feita após o apresentador do programa, Hans Kraay, entrevistar em alemão o técnico do Heracles, o alemão Frank Wormuth. O comentário de Van Basten também foi criticado por ter sido feito em um momento em que o futebol holandês, com apoio dos clubes, toma medidas drásticas contra a onda de racismo nos estádios.

Van Basten, de 55 anos, é considerado um dos melhores atacantes da história do futebol. O holandês foi tricampeão da Liga dos Campeões da Europa com o Milan, faturando, também, três títulos do Campeonato Italiano e quatro do Holandês, quando defendia o Ajax.

 

Publicidade

(Com AFP)

Publicidade