Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Valdívia vai ao Chile após sequestro e só retorna segunda-feira

Em ‘estado de choque’, como descreveu o pai a um canal de televisão chileno, o meio-campista Valdívia viajou na manhã desta sexta-feira para Santiago com passagem de volta marcada para a próxima segunda. O palmeirense foi vítima de um sequestro relâmpago na noite de ontem, na Zona Oeste da capital paulista, e passou cerca de três horas circulando pela cidade como refém de um bandido que sequer o reconheceu.

O jogador estava na companhia da esposa Daniela, que também ficou impressionada com o episódio e pediu ao marido para retornar ao Chile. Segundo a Polícia Militar, eles foram dominados por um homem armado por volta de 21 horas, na Avenida Sumaré, e mais tarde abandonado na Avenida Marquês de São Vicente, perto do CT do clube. O atleta ligou para o 190 às 23 horas, com receio de retornar para casa sozinho. Ele não sofreu ferimentos, mas teve R$ 1.000 roubados (valor máximo permitido para saque em caixas eletrônicos, no horário).

No retorno, segunda-feira, Valdívia prometeu conceder entrevista coletiva na Academia de Futebol para explicar o episódio.

Assim, o camisa 10 do Verdão será desfalque da equipe no compromisso do próximo sábado, às 21 horas (de Brasília), diante do Atlético-MG, que estreia o meia Ronaldinho Gaúcho. Valdívia, entretanto, está confirmado para o duelo de quarta-feira, contra o Grêmio, pelo primeiro jogo das semifinais da Copa do Brasil. Diante do Galo, o substituto será escolhido por Felipão entre Felipe e Daniel Carvalho.