Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Valdívia atende pedido da mulher e casal volta ao Chile

Jogador palmeirense sofreu sequestro relâmpago na noite desta quinta

O meio-campista Valdívia viajou a Santiago, na manhã desta sexta-feira, atendendo a um pedido de sua mulher, Daniela, que ficou preocupada com o sequestro relâmpago sofrido pelo casal na noite desta quinta e buscou segurança na casa de seus familiares, na capital chilena. Valdívia agendou explicações para a próxima segunda-feira, mas deve voltar ao Brasil sem a companhia da mulher.

Daniela Aránguiz, mulher do jogador, declarou que não se sente segura em território brasileiro e não deve retornar ao país mesmo que Valdívia siga no Palmeiras. O gerente de futebol do clube, César Sampaio, não considera a possibilidade de perder o jogador. “O Valdívia não falou nada sobre o assunto, mas achamos que é prematuro analisar como será o retorno. O Palmeiras não quer se desfazer do Valdívia nesse momento.” César Sampaio não teve contato com Valdívia, mas recebeu as informações de um segurança do Palmeiras que acompanhou o chileno durante a madrugada. De acordo com o relato, Daniela pediu para sair do Brasil no mesmo momento: “Ela até teria sido ameaçada caso comunicasse os policiais. Ele na posição de marido e de pai achou que a melhor segurança seria deixá-la com os familiares”. Segundo a Polícia Militar, Valdívia e Daniela foram dominados por um homem armado por volta de 21h, em um shopping na Avenida Sumaré, e abandonados na Avenida Marquês de São Vicente, perto do CT do clube. O atleta ligou para o 190 às 23h, com receio de retornar para casa sozinho. Ele não sofreu ferimentos, mas teve 1.000 reais roubados. O jogador não teria sido reconhecido pelo bandido. (Com agência Gazeta Press)