Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Valcke ataca a demora do Brasil: ‘Precisa de um chute no traseiro’

A paciência da Fifa com o Brasil e a Copa 2014 parece mesmo ter se esgotado. Nesta sexta-feira, o secretário-geral da entidade, Jerôme Valcke, que vem coordenando o meio-campo com o Comitê Organizador Local (COL), não mediu palavras para definir a ‘falta de atitude’ do país.

‘Precisam se esforçar mais, levar um chute no traseiro e entregar esta Copa do Mundo. E é isso que será feito’, afirmou em reunião realizada na cidade de Londres, na Inglaterra.

O dirigente voltou a criticar a demora na entrega de uma série de documentos necessários para o andamento de licitações e projetos ligados à organização.

‘Esses documentos deveriam ter sido entregues em 2007, e já estamos em 2012. Ficam com essa eterna discussão sobre a conta que vem com a organização do torneio e não conseguem se mobilizar para entregar as obras no período previsto. Os estádios estão todos atrasados’, bradou.

Valcke ainda fez um alerta aos torcedores ingleses que quiserem vir ao território nacional em 2014. ‘Não há hoteis suficientes e o transporte precisa melhorar. Tivemos que fazer os times viajarem por todo o país, o que significa cerca de 8 mil quilômetros para quem quer acompanhar sua seleção’, comentou.

Selando o período de ataques, o dirigente garantiu: ‘O Brasil está concentrado em ganhar a Copa, e não em organizá-la’.