Clique e assine a partir de 9,90/mês

Valcke ataca a demora do Brasil: ‘Precisa de um chute no traseiro’

Por Da Redação - 2 Mar 2012, 23h35

A paciência da Fifa com o Brasil e a Copa 2014 parece mesmo ter se esgotado. Nesta sexta-feira, o secretário-geral da entidade, Jerôme Valcke, que vem coordenando o meio-campo com o Comitê Organizador Local (COL), não mediu palavras para definir a ‘falta de atitude’ do país.

‘Precisam se esforçar mais, levar um chute no traseiro e entregar esta Copa do Mundo. E é isso que será feito’, afirmou em reunião realizada na cidade de Londres, na Inglaterra.

O dirigente voltou a criticar a demora na entrega de uma série de documentos necessários para o andamento de licitações e projetos ligados à organização.

‘Esses documentos deveriam ter sido entregues em 2007, e já estamos em 2012. Ficam com essa eterna discussão sobre a conta que vem com a organização do torneio e não conseguem se mobilizar para entregar as obras no período previsto. Os estádios estão todos atrasados’, bradou.

Continua após a publicidade

Valcke ainda fez um alerta aos torcedores ingleses que quiserem vir ao território nacional em 2014. ‘Não há hoteis suficientes e o transporte precisa melhorar. Tivemos que fazer os times viajarem por todo o país, o que significa cerca de 8 mil quilômetros para quem quer acompanhar sua seleção’, comentou.

Selando o período de ataques, o dirigente garantiu: ‘O Brasil está concentrado em ganhar a Copa, e não em organizá-la’.

Publicidade