Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Vágner Mancini quer Cruzeiro ofensivo para decisão com o Avaí

Por Da Redação 15 nov 2011, 17h46

O jogo contra o Avaí, nesta quarta-feira, na Ressacada, em Florianópolis vem sendo encarado como uma verdadeira decisão de campeonato pelo Cruzeiro, que corre risco de rebaixamento. Mesmo ciente das dificuldades, o técnico Vágner Mancini aposta em uma boa atuação da equipe, e afirma que a Raposa não pode esperar para atacar o time catarinense.

‘Mais um jogo dificílimo, com a imagem de mais uma final de campeonato. E é dessa forma que nós vamos até Santa Catarina. Nosso time tem que entrar em campo e encarar e fazer com que o nosso destino seja favorável para a gente. O Cruzeiro não pode ficar esperando, nós chegamos em uma fase em que a gente tem que sair para o jogo, se impor também’, afirmou.

Mancini não abre mão de uma vitória, que deixaria o Cruzeiro muito perto de escapar da degola, por isso, quer o time tomando a iniciativa do jogo. ‘Nós temos que ter o domínio do jogo e saber a postura certa da equipe. Não pode ser uma postura defensiva, de maneira alguma. Tem que ser uma postura de uma equipe que quer ganhar para decidir domingo aqui a nossa permanência’, argumentou.

O treinador cruzeirense quer aproveitar o desespero do Avaí, que precisa vencer a qualquer custo, caso contrario, o time avaiano será a primeira equipe matematicamente rebaixada para série B do Brasileiro. O comandante celeste espera encontrar os catarinenses oscilando em termos emocionais dentro de campo.

‘O Avaí deve oscilar dentro de campo em termos emocionais dependendo daquilo que for apresentado. O atleta tem de perceber isso e saber se é hora de defender mais, ou atacar em cima para levar o adversário a desespero e desequilíbrio emocional, o que, nessa fase do campeonato, é fundamental’, declarou.

Continua após a publicidade
Publicidade