Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vadão mantém invencibilidade no dérbi e exalta vontade do Bugre

O gol marcado pelo meia Fumagalli aos 46 minutos do segundo tempo do dérbi deste sábado, no Estádio Moisés Lucarelli, fez com que o técnico Vadão se mantivesse invicto no confronto entre Guarani e Ponte Preta. Agora são oito jogos do comandante no clássico, metade por cada equipe, com quatro vitórias e quatro empates.

Assim como fez antes da partida, o treinador evitou comentar sobre o seu retrospecto pessoal e preferiu exaltar a reação da equipe, que conseguiu permanecer à frente da Ponte Preta na tabela do Campeonato Paulista.

‘O Guarani está acima de qualquer marca pessoal. Eu não vim aqui para manter a invencibilidade, mas sim para buscar um resultado que nos aproximasse de nosso objetivo, que é garantir a classificação para as quartas de final o mais rápido possível’, afirmou Vadão.

Para o técnico do Guarani, o prinicpal mérito de sua equipe foi o de não ter desistido de buscar o empate mesmo quando a Ponte Preta era superior e criava várias oportunidades para definir a vitória.

‘Mais uma vez os atletas foram bem em um jogo nervoso. No segundo tempo, quando a Ponte estava bem organizada, a gente conseguiu furar o bloqueio deles e conseguimos o pênalti que nos deu empate’, declarou o treinador.

Com o empate, o Guarani seguiu à frente da Ponte Preta na tabela do Campeonato Paulista. O Bugre foi aos 27 pontos, mesmo número de Santos e Mogi e Mirim, mas permaneceu na sexta colocação por ter um menor saldo de gols que os concorrentes. O próximo jogo da equipe está marcado para quinta-feira, contra o Linense, no Brinco de Ouro.