Clique e assine a partir de 8,90/mês

Usain Bolt vence, mas não quebra recorde nos 150 metros

Por Da Redação - 31 mar 2013, 12h28

Usain Bolt não deu chances aos seus três rivais, e garantiu neste domingo, na praia de Copacabana, no Riol, vitória nos 150 metros com o tempo de 14s42. Apesar disso, o jamaicano não superou os 14s35 conquistados por ele mesmo em prova realizada em Manchester, em 2009. Vindo do qualificatório, o brasileiro Bruno Lins marcou 14s91, e ficou em segundo, superando o equatoriano Alex Quiñonez e Daniel Bailey, de Antígua e Barbuda.

Leia também:

Antes de desafio, Usain Bolt joga futevôlei no Rio de Janeiro

Usain Bolt quer ir à praia, a uma balada e conhecer Neymar

Usain Bolt e Daniel Dias levam mais um Oscar do esporte

Continua após a publicidade

Bolt mira novo recorde: ‘Quero explorar meus limites’

Na comemoração Bolt caminhou por toda a extensão da pista saudando a torcida. Após fazer o tradicional raio com as mãos, o dono de seis medalhas de ouro olímpicas jogou uma de suas sapatilhas para uma torcedora. “Agradeço o apoio de todos. Espero encontrá-los em 2016. Apesar de não conquistar o recorde, estou satisfeito. Ainda é início de temporada e estou começando a competir.” Bolt disse ainda que pode voltar em breve. “É só me convidar. Eu realmente curti a minha estadia e espero voltar antes dos Jogos Olímpicos de 2016.”

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook Siga VEJA Esporte no Twitter

Bolt segue dominando todas as provas de velocidade do atletismo mundial. Bicampeão olímpico nos 100m, 200m e revezamento 4x100m, o jamaicano também detém o recorde mundial destas provas. O tempo nos 150m, no entanto, não é reconhecido pela Federação Internacional do Atletismo (Iaaf) por que a distância não faz parte do programa olímpico.

Duelo – Alan Fonteles abriu o dia de disputas vencendo o americano Jerome Singleton em duelo paralímpico. O brasileiro, que corre com duas próteses nas pernas, ficou em desvantagem após a largada, mas depois deu um sprint para ganhar com boa vantagem sobre Singleton, que usa uma prótese em uma das pernas. Ele terminou a disputa com o tempo de 15s68 nos 150 metros. Campeão dos 200 metros da categoria T44 nos Jogos Paralímpicos de Londres e recordista mundial, Fonteles comemorou o seu desempenho e já projetou uma boa participação em 2016 no Rio. “Deu para sentir o calor do público, tenho certeza de que em 2016 todos vão nos apoiar em peso e que o Brasil vai fazer bonito.”

(Com agência Gazeta Press e Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade