Clique e assine a partir de 9,90/mês

Uruguai tropeça e empata com Venezuela nas Eliminatórias

Apesar do resultado, equipe celeste mantém invencilidade que já dura dois anos

Por Da Redação - 2 jun 2012, 17h02

O Uruguai tropeçou em casa e só empatou em 1 a 1 com a Venezuela, neste sábado, em jogo válido pela quinta rodada das Eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2014. Diego Forlán marcou para o atual campeão da América, enquanto Sebastián Rondón empatou a poucos minutos do fim do confronto.

Mesmo com a igualdade no placar, o Uruguai chega a 16ª partida consecutiva sem derrota. O último revés aconteceu na Copa do Mundo de 2010, disputada na Alemanha, quando perdeu a disputa do terceiro lugar para a Alemanha, por 3 a 2.

O empate manteve, provisoriamente, o Uruguai na liderança das Eliminatórias com oito pontos em quatro partidas, mesma pontuação da Venezuela, que jogou cinco vezes. Logo atrás vem a Argentina, com sete pontos. Entretanto, os ‘hermanos’ jogam ainda neste sábado, contra o Equador, em Buenos Aires.

O jogo – O Uruguai foi para a partida contando com seu poderoso trio ofensivo, formado por Suárez, Cavani e Forlán, como principal trunfo para manter a invencibilidade. Enquanto isso, a Venezuela, que faz boa campanha nas Eliminatórias, mantinha sua formação ofensiva para surpreender.

As duas equipes começaram se respeitando muito e tentando impor forte marcação. Apenas aos 15 minutos de jogo surgiu a primeira chance de gol, quando o atacante ‘celeste’ Diego Forlán cobrou escanteio fechado, obrigando ao goleiro Vega a fazer boa defesa.

Continua após a publicidade

A partir deste lance, o Uruguai tomou conta do jogo e passou a pressionar mais o adversário. Aos 37 da etapa inicial, enfim os donos da casa acharam o caminho do gol, quando Alvaro Pereira deu linda assistência e o craque do último mundial balançou as redes. De frente para o gol, Diego Forlán não perdoou Vega e fez 1 a 0.

No segundo tempo, o Uruguai começou indo com tudo para cima do adversário. Em escanteio logo aos cinco minutos, Forlán jogou na área, Lugano desviou de cabeça, mas o goleiro venezuelano fez grande defesa. No rebote, Cavani chutou em cima do goleiro.

Depois do lance, a equipe celeste deixou o ritmo cair e chegou a tomar alguns sustos. Aos 22, Fedor quase marcou após cruzamento de Cichero. O atacante acabou cabeceando para fora.

A desatenção uruguaia acabou punida aos 38 do segundo tempo, quando a Venezuela armou uma bela trama ofensiva. Arango cruzou na cabeça de Rondón, que cabeceou para as redes. Antes de entrar, a bola ainda desviou em Godín, matando o goleiro Muslera.

O Uruguai ainda tentou ir para cima buscando um gol para garantir a vitória. O atacante do Botafogo, Loco Abreu, chegou a entrar nos últimos minutos no lugar de Forlán, como arma para o jogo aéreo, entretanto, as mudanças não surtiram efeito e o jogo acabou 1 a 1.

(Com agência Efe)

Continua após a publicidade
Publicidade