Clique e assine a partir de 8,90/mês

Uruguai perde para ‘fraca’ Costa Rica e se complica

Em Fortaleza, costa-riquenhos surpreendem com show de Joel Campbell

Por Da Redação - 14 jun 2014, 17h56

Semifinalista na última Copa e atual campeão da Copa América, o Uruguai foi surpreendido na estreia e perdeu, de virada, para a Costa Rica, por 3 a 1, na Arena Castelão, em Fortaleza, na tarde deste sábado. A inesperada derrota complicou a situação da Celeste no Grupo D, que ainda conta com Itália e Inglaterra. A Costa Rica, por outro lado, jogou sem pressão e chegou ao histórico resultado com gols de Joel Campbell – o nome do jogo -, Oscar Duarte e Marcos Ureña. Antes, Cavani marcou o único gol uruguaio.

Leia também:

Colômbia vence Grécia e torcida faz festa no Mineirão

Itália e Inglaterra fazem o 1º clássico de campeãs da Copa

A estreia tinha gosto especial para os uruguaios, que conquistaram a sua maior glória futebolística em terras brasileiras – a Copa de 1950, contra o Brasil, no Maracanã. Mas apesar da empolgação dos torcedores, o resultado foi decepcionante. O time não contou com seu principal artilheiro, Luís Suárez, que ainda se recupera de cirurgia no joelho e foi substituído pelo craque do último Mundial, Diego Forlán. O experiente jogador, no entanto, esteve pouco inspirado.

A primeira etapa foi bastante equilibrada. O Uruguai começou melhor: aos 15 minutos, Diego Godín marcou de cabeça, mas estava impedido e o gol foi corretamente anulado. Cinco minutos depois, o Uruguai saiu na frente. O capitão Diego Lugano foi agarrado na área e caiu. O juiz marcou pênalti e o artilheiro Cavani bateu forte, no canto esquerdo de Navas. O Uruguai ainda chegou perto do segundo em chute de esquerda do ídolo Diego Forlán. A bola desviou na zaga e quase surpreendeu o goleiro Navas, que fez grande defesa. A Costa Rica respondeu com uma grande jogada de seu principal jogador, Joe Campbell, mas seu chute passou raspando a trave de Muslera.

A catástrofe uruguaia aconteceu apenas na segunda etapa. Aos 9 minutos, o habilidoso Campbell aproveitou sobra na área e acertou um tiro indefensável. A virada veio três minutos depois, em jogada de bola parada. Bolaños cruzou da direita e Oscar Duarte apareceu na segunda trave, em posição duvidosa, para empatar. A Costa Rica quase ampliou em nova tentativa de Campbell, que passou rente à trave. O jogador de 21 anos foi destaque do Olympiacos, da Grécia, na última Liga dos Campeões e deve ter seu passe ainda mais valorizado após a grande atuação em Fortaleza.

Nos minutos finais, o Uruguai tentou reagir, mas esbarrou na falta de imaginação de seus meias e na aguerrida defesa de ‘Los Ticos’. Aos 39 minutos, a Costa Rica selou o triunfo em um contra-ataque perfeito. Campbell achou Marcos Ureña, que invadiu a área e tocou na saída de Muslera. Nos acréscimos, o uruguaio Maxi Pereira perdeu a cabeça, acertou um chute violento em Campell e foi expulso.

Na próxima rodada, o Uruguai precisará vencer a Inglaterra, na quinta-feira, na Arena Corinthians, para se manter vivo na competição. Já a Costa Rica pode até se classificar na segunda rodada, se surpreender a Itália, no mesmo dia, na Arena Pernambuco.

Continua após a publicidade
Publicidade