Clique e assine com 88% de desconto

UFC Rio: Aldo e Lyoto ensinam luta a crianças da Rocinha

Projeto do UFC leva lutadores famosos à favela, no instituto de Flávio Canto

Por Davi Correia - 11 out 2012, 12h07

Além dos brasileiros, estiveram na Rocinha os americanos Chris Weidman (que está cotado para desafiar Anderson Silva) e Chris Camozzi

Quando desembarcou no Brasil para sua primeira noitada de lutas no Rio de Janeiro, em agosto do ano passado, o UFC anunciou que pretendia abrir academias nas favelas da cidade e incentivar a prática do MMA entre as crianças carentes. O projeto começou a sair do papel nesta quinta-feira, em um dos eventos promocionais para o UFC 153, que acontece no sábado. Lutadores e organizadores foram ao Centro Esportivo da Rocinha para realizar um seminário sobre a modalidade. Como presentes aos pequenos fãs de lutas na véspera do Dia das Crianças, a presença de ídolos do octógono e a chance de aprender alguns golpes e técnicas de MMA. Entre os lutadores que participaram do encontro estavam o campeão José Aldo, o ex-campeão Lyoto Machida e o campeão interino Renan Barão, além de Daniel Serafian, participante do reality show The Ultimate Fighter.

Leia também:

Publicidade

Forte calor atrapalha treino livre nos arcos da Lapa

Publicidade

Globo se previne e garante transmissão ao vivo

Stephan Bonnar, o boa-praça que pode estragar a festa

UFC Rio 3 acontece na capital brasileira do MMA

As lutas do UFC Rio 3

Publicidade

Card principal

Anderson Silva x Stephan Bonnar

Minotauro x Dave Herman

Glover Teixeira x F. Maldonado

Publicidade

Jon Fitch x Erick Silva

Wagner Caldeirão x Phil Davis

Demian Maia x Rick Story

Card preliminar

Publicidade

Rony Jason x Sam Sicilia

Gleison Tibau x F. Massaranduba

Diego Brandão x Joey Gambino

Serginho Moraes x Renée Forte

Publicidade

Luiz Cané x Chris Camozzi

Cristiano Marcello x Reza Madadi

Cerca de cinquenta crianças uniformizadas com quimonos tiveram a oportunidade de treinar com seus ídolos por cerca de quarenta minutos. Além dos brasileiros, estiveram na Rocinha os americanos Chris Weidman (que está cotado para desafiar Anderson Silva) e Chris Camozzi (que enfrenta o brasileiro Luiz Cane no sábado). As crianças foram divididas em três grupos, com dois lutadores em cada, e aprenderam técnicas de jiu-jitsu e muay thai. Para elas, porém, o melhor mesmo foi a chance de chegar perto de atletas que só conhecem pela TV. Os treinos aconteceram no Instituto Reação, que é o primeiro parceiro do UFC no Brasil para este tipo de projeto. A entidade tem como seu idealizador e diretor o ex-judoca Flávio Canto, bronze em Atenas-2004.

Leia também:

Publicidade

O herói Minotauro tenta se recuperar (outra vez)

Começa a semana do show de Anderson Silva

Ao salvar show, Anderson reforça status de herói

‘É difícil fazer algo acontecer no Brasil’, diz Dana

Publicidade