Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

UFC Rio 3: vaias para Galvão Bueno na arena e na Globo

Os melhores momentos da noitada de lutas na HSBC Arena, na Barra da Tijuca

A noite do UFC Rio 3 começou às 20 horas deste sábado, mas a grande maioria do público aguardava mesmo era pelo que viria depois da meia-noite. Cada vez que Rodrigo Minotauro e Anderson Silva apareciam nos telões, fazendo seu aquecimento nos bastidores, a torcida ovacionava os ídolos. Não foi diferente, portanto, quando dois dos maiores ídolos do esporte adentraram o octógono. Durante as lutas, porém, houve uma pausa. Uma não, várias. Assim que a transmissão da Rede Globo começou, às 0h40, o público em peso se dedicou a vaiar e xingar o locutor Galvão Bueno – mesmo enquanto Anderson e Minotauro estavam em ação.

As luzes do camarote onde estavam o narrador e Júnior Cigano – convidado para comentar as lutas e explicar os golpes – se acenderam indicando que a transmissão havia começado. Imediatamente depois, veio o primeiro coro: “Ei, Galvão, vai…”. O grito se repetiu ao longo das duas principais lutas da noite, intercalado por muitas vaias. Os coros com xingamentos vazaram para o áudio da transmissão – desta vez, ao vivo “de verdade” pela Globo, como o próprio Galvão fez questão de dizer durante exibição das lutas (em que o narrador também errou ao dizer que Anderson nasceu em Curitiba). As vaias a Galvão tornaram-se um dos assuntos mais comentados das redes sociais.

Leia também:

Imbatível, Anderson brinca, provoca e nocauteia

Em casa, Minotauro usa o jiu-jitsu para vencer

GPS: “Avenida Brasil”, jiu-jitsu e vaias

Glover Teixeira atropela Fábio Maldonado

Americanos castigam dois brasileiros e vencem

Demian domina a luta e finaliza logo no início

[http://storify.com/vejanoticias/ufc-rio-3-anderson-x-bonnar” target=”_blank” rel=””>View the story “UFC Rio 3: Anderson x Bonnar” on Storify]