Clique e assine a partir de 9,90/mês

UFC: para Dana White, Jones vai superar Anderson Silva

Chefão da franquia acha 'provável' que americano bata recordes do brasileiro

Por Da Redação - 19 set 2013, 12h59

“A semelhança entre Jon Jones e Anderson Silva é que os dois conseguiram fazer coisas que nenhum outro lutador realizou antes”, diz Dana White

Com apenas 26 anos, o americano Jon Jones é apontado por Dana White, presidente do UFC, como um dos melhores lutadores peso por peso do planeta e o futuro do torneio. Neste sábado, o atleta poderá quebrar mais um recorde, se vencer o sueco Alexander Gustafsson no UFC 165, no Canadá (nesse caso, superaria Tito Ortiz, que tem cinco defesas de cinturão dos meio-pesados). Apesar dos números positivos, Jon Jones é contestado pelos seus fãs nos Estados Unidos, que o acusam de ser arrogante e pedem que ele suba para a categoria peso-pesado. Em entrevista publicada nesta quinta-feira pelo jornal inglês Daily Telegraph, Dana White defendeu o atleta e disse não saber ao certo o motivo de Jones ser visto com tanta desconfiança pelos fãs. “Jon Jones é mais um daqueles lutadores de quem algumas pessoas simplesmente não gostam. Elas dizem, por exemplo, que ele é grande demais para a sua categoria e deveria subir para os pesados”, disse o chefão do torneio, que garante que não espera que o campeão mude. “Se um lutador atinge o peso da sua categoria, ele pode lutar. Todos sabem que ele é grande, mas ele lutará contra um adversário do seu tamanho no sábado.”

Leia também:

UFC 165: Gustafsson, enfim um rival à altura de Jon Jones

Continua após a publicidade

Anderson em turnê mundial: a fama sobreviveu ao nocaute

Barão, invicto há 31 lutas – e ainda com algo a provar

​Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter

Continua após a publicidade

Com tantos números impressionantes, Jon Jones é constantemente comparado a outro ídolo do esporte, o brasileiro Anderson Silva. O ex-campeão dos médios detém vários recordes no UFC (defesas de título, sequência de vitórias e outros), mas alguns especialistas já apontam Jon Jones como o único atleta capaz de superar o brasileiro. “É provável que ele se transforme no maior de todos os tempos”, aposta Dana White. Ainda assim, muitos duvidam que o americano será capaz de atrair uma idolatria parecida com a de Anderson, muito admirado e popular tanto no Brasil como no exterior. “A semelhança entre Jon Jones e Anderson Silva é que os dois conseguiram fazer coisas que nenhum outro lutador realizou antes”, diz o cartola. Mas Dana White parece estar convencido de que o brasileiro será ultrapassado pelo americano no futuro. “Se Jon Jones continuar no caminho que vem trilhando, vai quebrar um monte de recordes e possivelmente entrar para a história como o maior. Tem potência, explosão, tudo. Ele ainda é jovem e tem muito a realizar.

https://youtube.com/watch?v=skz-8T0qoFA%3Frel%3D0

  • Dana White, o chefão do UFC
  • As ring girls no UFC São Paulo
  • UFC: a ring girl Arianny Celeste na praia, no Rio
  • UFC SP: o que você não viu na TV
  • UFC: Anderson Silva em fotos exclusivas para VEJA
  • UFC Rio 3: o que você não viu na TV
  • UFC Rio 3: por dentro do evento
  • Ronda Rousey, a nova musa do UFC
  • UFC: Anderson Silva x Chael Sonnen
  • No octógono com Júnior Cigano, campeão do UFC
Publicidade