Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

UFC faz cartilha e alerta lutadores sobre aids, prostituição e assaltos no Rio

Por Da Redação 28 jul 2015, 17h53

O Rio de Janeiro receberá um evento do UFC pela sexta vez neste sábado com a disputa de cinturão entre a campeã peso galo feminino, a americana Ronda Rousey, e a brasileira Bethe Correia, no HSBC Arena, na Barra da Tijuca. Mas apesar do entusiasmo pelo retorno ao Brasil, a organização do UFC 190 está preocupada com a segurança dos lutadores e de suas equipes. Nesta segunda-feira, o site Ag. Fight divulgou uma cartilha com orientações sobre como se comportar e o que evitar no Rio. O “manual de sobrevivência” faz menções a violência, prostituição e aids.

O documento proíbe os atletas e suas equipes de sair do hotel, localizado próximo à favela do Vidigal, sem avisar a equipe de segurança. O UFC alerta para os perigos de visitar pontos turísticos como os bairros da Lapa e de Santa Teresa. Há ainda recados diretos sobre cuidados com taxistas e prevenção contra furtos e contato com prostitutas, por causa da “alta incidência de aids” na cidade.

Trecho da cartilha do UFC entregue a atletas e suas equipes antes do UFC 190, no Rio de Janeiro
Trecho da cartilha do UFC entregue a atletas e suas equipes antes do UFC 190, no Rio de Janeiro VEJA

Abaixo, os trechos da cartilha do UFC divulgado pela Ag. Fight:

É importante ter em mente:

– Por causa da favela do Vidigal, é preciso ter extremo cuidado ao chegar e ao sair do Rio Sheraton. Não saia do hotel a pé, use as vans do UFC.

– Segurança extra será fornecida para o nosso grupo dentro do hotel e para as chegadas e partidas programadas, bem como sobre as vans e ônibus fretados do UFC.

– Nunca abra a porta do quarto do hotel até que você confirme quem está do outro lado através de seu olho mágico ou ligando para a recepção do hotel. Tranque as portas por dentro e você também pode utilizar uma cunha de borracha, que estará dentro do quarto do seu hotel para ajudar a prevenir uma entrada forçada. (Isso porque um pequeno hotel em Santa Teresa foi tomado por bandidos no mês passado, que foram de quarto em quarto com uma chave mestra e roubaram todos os hóspedes).

– Só carregue o que você precisa. Mínimo dinheiro (local), nada de jóias, eletrônicos, câmera, etc.

– O risco de crime é maior à noite, mas pode ocorrer a qualquer hora do dia ou da noite.

– Nunca resista aos criminosos, eles poderão não hesitar em usar a força. Resistir a um assalto normalmente gera uma lesão grave ou morte.

Continua após a publicidade

– Fique longe de todas as favelas (empresas privadas oferecem passeios que não são seguros e devem ser evitados).

– Fique longe das praias à noite e de manhã cedo.

– Nunca saque dinheiro na rua.

Áreas para serem evitadas:

– Qualquer favela ou redondezas

– Santa Teresa é muito divulgada para turistas, mas existe um alto nível de criminalidade na área

– Lapa é conhecida pela sua vida noturna e boates, mas também tem a maior taxa de criminalidade e deve ser evitada

– Evite sair marcando encontros em boates, no hotel ou em qualquer lugar. Você pode ser a isca para um ladrão. Existe uma alta incidência de AIDS entre as prostitutas e um número considerável também entre as menores de idade

– Sempre fique de olho nos seus drinks

– Leblon, Ipanema e Copacabana são os bairros mais seguros da cidade.

Continua após a publicidade
Publicidade