Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

UFC: Dana White já planeja nova superluta para José Aldo

Se derrotar Anthony Pettis, atleta brasileiro deve pegar o campeão dos leves

Por Da Redação 27 fev 2013, 11h15

Aldo costuma ter dificuldade para bater o peso na divisão dos penas. Na categoria de cima, sofreria menos desgaste ao se preparar para o combate

Dana White já deu vários sinais de que pretende fazer de 2013 o ano das superlutas no UFC. Na semana passada, por exemplo, ele se disse confiante na possibilidade de marcar o aguardado duelo entre Anderson Silva e Jon Jones. Na terça, ele deu pistas de que já planeja mais um grande combate envolvendo outro brasileiro. O campeão dos penas, José Aldo, pode entrar no caminho do detentor do título dos leves, o americano Benson Henderson, se ambos vencerem suas próximas lutas. Esse possível encontro ocorreria no segundo semestre – e na categoria de peso de Henderson, o que abre caminho para que Aldo seja campeão em outra divisão. Henderson também está de olho em uma superluta – e sinalizou, no início desta semana, que gostaria de subir de categoria, desafiando o canadense Georges St-Pierre entre os meio-médios. “Quero lutar contra os melhores, e GSP é um dos melhores da história do nosso esporte. Acho que os fãs gostariam de ver essa luta.” Dana White, no entanto, avisou na terça que “isso não vai acontecer”.

Leia também:

José Aldo, o supercampeão do UFC que se esquiva da fama

UFC 157: Ronda Rousey brilha, finaliza sua rival e faz história

Continua após a publicidade

Depois de sucesso de Ronda Rousey, brasileira é contratada

Dana White – quem diria! – ironiza astros e elogia as pioneiras

Confira a entrevista exclusiva com Anderson Silva nos EUA

“Henderson é campeão há muito pouco tempo e ainda precisa defender seu cinturão nos leves, além de fazer uma possível luta contra Aldo se ele decidir subir”, avisou. Aldo, que encara Anthony Pettis, também da categoria leve, em agosto, não via com bons olhos o duelo contra mais um atleta de fora de sua categoria – Frankie Edgar, seu último adversário, também fez o mesmo caminho para desafiá-lo. Ao ser acusado por Dana White de resistir ao desafio e escolher adversário, o brasileiro se irritou e mandou avisar que subirá ao octógono para derrotar Pettis – mas disse também que, em seguida, também quer ter a chance de desafiar o campeão de outra categoria, a dos leves. Aldo costuma ter dificuldade para bater o peso na divisão dos penas. Na categoria de cima, sofreria menos desgaste ao se preparar para o combate. Sua equipe acredita que ele – que já é apontado por muitos como um dos três melhores lutadores peso por peso do planeta, superando GSP e perdendo só para Anderson e Jones -, pode crescer ainda mais de produção entre os leves.

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga Veja Esporte no Twitter

  • Dana White, o chefão do UFC
  • As ring girls no UFC São Paulo
  • UFC: a ring girl Arianny Celeste na praia, no Rio
  • UFC SP: o que você não viu na TV
  • UFC: Anderson Silva em fotos exclusivas para VEJA
  • UFC Rio 3: o que você não viu na TV
  • UFC Rio 3: por dentro do evento
  • Ronda Rousey, a nova musa do UFC
  • UFC: Anderson Silva x Chael Sonnen
  • No octógono com Júnior Cigano, campeão do UFC
Continua após a publicidade
Publicidade