Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

UFC Barueri: sul-coreano ‘apaga’ Erick Silva com um soco

Brasileiro dominava luta, mas foi nocauteado por Dong Hyun Kim no 2º round

Por Davi Correia - 9 out 2013, 22h34

O sul-coreano Dong Hyun Kim é conhecido por preferir a luta no chão e sempre tentar a finalização, mas aprontou uma surpresa desagradável para a torcida brasileira nesta quarta-feira, no UFC em Barueri. Depois de ser dominado pelo brasileiro Erick Silva e escapar de um nocaute, ele acertou um golpe perfeito para garantir a vitória e calar a torcida que lotava o ginásio, na região metropolitana de São Paulo. Dong Hyun Kim começou tentado levar o combate para a grade, mas Erick Silva fugiu enquanto conseguiu. Em alguns momentos, o brasileiro até acertou bons golpes em pé, mas o oponente não se abateu e conseguiu derrubar o rival em algumas ocasiões. Erick Silva ficou sem ação nos minutos finais do primeiro round, enquanto seu adversário pontuava com bons socos no rosto e na linha de cintura. O brasileiro voltou muito agressivo para o segundo round: conseguiu derrubar o adversário, acertou uma joelhada voadora e levantou o público, que achava que a vitória seria questão de tempo. Dong Hyun Kim, porém, se recuperou e virou o jogo em grande estilo. Nos últimos minutos do segundo round, o sul-coreano acertou um belo soco no rosto do brasileiro e nocauteou Erick Silva, que já caiu desacordado. O sul-coreano comemorou muito a vitória, já que o brasileiro era apontado como o favorito.

Leia também:

Americano resiste até o fim, mas Thiago Silva vence

Brasileiros tentam manter ótimo retrospecto em casa

Publicidade

Brasileiro não bate peso para lutar no UFC em Barueri​

Em casa, Demian tenta ganhar nova chance de título

Dana White e a arte de promover uma luta milionária

Publicidade