Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

UFC Barueri: rival resiste até o fim, mas Thiago Silva vence

Americano Mark Hamill suportou golpes do brasileiro, mas perdeu por pontos

Por Davi Correia - 9 out 2013, 22h11

O paulista Thiago Silva lutou em casa, com o apoio da torcida, mas não conseguiu derrubar o americano Matt Hamill em sua luta no UFC em Barueri, na noite desta quarta-feira. Ainda assim, saiu vencedor por pontos, e conquistou seu segundo triunfo consecutivo no torneio. Agressivo desde os primeiros minutos, o brasileiro buscou mais o combate no primeiro round, enquanto Matt Hamill apostava nos contra-ataques e sequências de socos. Mesmo com os dois atletas visivelmente desgastados fisicamente, o segundo round teve mais ação. Nos minutos finais, Thiago Silva chegou a derrubar o adversário, mas não aproveitou a oportunidade para encerrar o combate. Matt Hamill voltou para o terceiro round apenas para cumprir tabela. O americano estava exausto, andando no octógono, e não ofereceu perigo para o brasileiro, que castigou o oponente principalmente com chutes. Hamill arrumou forças para se manter de pé até o encerramento do combate, mas foi tudo em vão: no fim, os juízes deram a vitória de forma unânime para Thiago Silva.

Leia também:

Brasileiros tentam manter ótimo retrospecto em casa

Brasileiro não bate peso para lutar no UFC em Barueri​

Publicidade

​Erick Silva precisa da vitória para entrar em ranking

Em casa, Demian tenta ganhar nova chance de título

Dana White e a arte de promover uma luta milionária

Publicidade