Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

UFC Barueri: americano estraga festa e bate Demian Maia

Em duelo que decepcionou a torcida, Jake Shields vence por decisão dividida

Por Davi Correia - 9 out 2013, 23h31

O UFC em Barueri, nesta quarta-feira, terminou de forma decepcionante para o torcedor que lotou o Ginásio José Corrêa, localizado na região metropolitana de São Paulo. Nas duas principais lutas da noite, dois brasileiros foram derrotados. Destaque do evento, Demian Maia acabou perdendo por pontos para Jake Shields no último duelo do card. No combate anterior, Erick Silva foi nocauteado por Dong Hyun Kim. Como já era esperado, a luta entre Demian e Shields foi travada no chão durante boa parte do tempo. Logo no primeiro round, Demian conseguiu boas posições, mas Shields defendeu bem e não foi finalizado. O americano tentou trocar alguns golpes em pé no começo do segundo round, mas o brasileiro continuou levando a luta para o chão. Demian Maia voltou mais agressivo para o terceiro assalto. Ele conseguiu acertar bons socos no rosto de Shields, que sentiu o impacto e retornou a luta para o chão até o fim do assalto.

Os dois lutadores já estavam exaustos, principalmente o americano, e voltaram para o quarto round insistindo na luta de chão. Esse assalto foi uma repetição dos outros três, com os atletas tentando a melhor posição no solo, mas sem nenhuma chance clara de finalização. O último round foi o resumo de toda a luta: os dois atletas tentando achar uma brecha na defesa do oponente na luta agarrada, mas nenhum deles capaz de furar o bloqueio. No fim, os juízes deram a vitória para Jake Shields, em decisão dividida. “Foi uma das lutas mais difíceis da minha vida, junto com as que fiz contra Georges St-Pierre e Dan Henderson”, disse o americano, satisfeito com o triunfo. O resultado fez a barulhenta torcida paulista, que empurrou todos os brasileiros que subiram ao octógono, deixar a arena em silêncio. Além de Erick Silva, outro brasileiro derrotado por um estrangeiro foi Iliarde Santos, batido por Chris Cariaso. Ainda assim, os brasileiros levaram a melhor sobre os visitantes no placar geral da noite: 6 vitórias contra 3 derrotas.

Leia também:

Sul-coreano ‘apaga’ Erick Silva com apenas um soco

Publicidade

Rival resiste de pé até o fim, mas Thiago Silva vence

Brasileiros tentam manter ótimo retrospecto em casa

Dana White e a arte de promover uma luta milionária

Publicidade