Clique e assine a partir de 9,90/mês

UFC: Aldo diz que irlandês falastrão se dopa e ouve resposta irônica

Luta entre o campeão dos penas e e o controverso Conor McGregor, marcada para 11 de junho, vem sendo apimentada por ofensas e provocações

Por Da Redação - 25 mar 2015, 10h49

O duelo entre o brasileiro José Aldo e o irlandês Conor McGregor já é um dos mais aguardados da história do UFC, não apenas pela qualidade dos atletas, mas também pelas constantes trocas de farpas entre eles. Aldo e McGregor estiveram em Los Angeles nesta terça-feira para promover a luta – que acontecerá no UFC 189, em 11 de julho, em Las Vegas – e voltaram a se estranhar. Durante entrevista coletiva, o campeão da categoria acusou McGregor de se dopar constantemente para conseguir bater o peso da caregoria peso-pena (até 66 quilos).

Leia também:

UFC confirma duelo entre José Aldo e irlandês falastrão

Aldo repete provocação de Romário e diz ser o ‘rei do UFC’

Continua após a publicidade

UFC: Aldo dá show, bate Mendes e mantém o cinturão no Rio

“Quero que ele seja testado para o doping toda semana. Eu sei que ele sempre se dopou. Ninguém bate o peso como o McGregor sem se dopar. Também quero ser testado toda semana. Na Irlanda não tem comissão atlética nenhuma, regra nenhuma”, atacou Aldo. O irlandês, no entanto, manteve sua fama de marrento e respondeu de forma irônica. “Para mim, parece que talvez isso seja da cultura brasileira”, em clara alusão ao caso de doping envolvendo o brasileiro Anderson Silva.

O irlandês ainda se disse satisfeito com o fato de o duelo não ser realizado no Brasil e voltou a falar sobre os casos de doping no esporte. “Quando Anderson Silva e algumas poucas pessoas foram pegas, não foi uma coisa boa para o esporte. Nós estamos em uma nova era. O esporte está sendo limpo. Os atletas que são dedicados às artes marciais e dedicados à saúde, boa forma física e pureza, são atletas que estão sendo recompensados agora.”

A turnê promocional da luta entre Aldo e McGregor teve início na semana passada, no Rio de Janeiro. No primeiro encontro com o irlandês no Brasil, Aldo voltou a chamá-lo de “bobo da corte” e chegou a mostrar o dedo médio ao rival diante das câmeras. Defensor do cinturão dos penas desde 2011, Aldo jamais perdeu no UFC. McGregor também venceu todas as cinco lutas que fez na categoria.

Continua após a publicidade

https://youtube.com/watch?v=1Fv5SBiWg98%3Frel%3D0

(da redação)

Publicidade