Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

UFC 179: Brasil volta a receber um evento de primeira

Mais de um ano depois, José Aldo retorna ao Rio para uma disputa de cinturão. No sábado, ele enfrenta o americano Chad Mendes no Maracanãzinho

Por Da Redação 22 out 2014, 11h10

O ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, será o palco do retorno de um grande evento de MMA ao Brasil depois de mais de um ano. Na noite deste sábado, José Aldo, o único brasileiro campeão da organização na atualidade, será a grande estrela do UFC 179. O detentor do cinturão dos penas (até 66 quilos) enfrentará pela segunda vez o americano Chad Mendes, na luta principal da noite. Haverá ainda outro encontro interessante: o brasileiro Glover Teixeira e o americano Phil Davis, dois dos atletas mais cotados para disputar o cinturão dos meio-pesados contra Jon Jones, farão a luta que antecede a principal da noite. A partir desta quarta, o Rio começa a viver o clima do UFC 179, com uma agenda que inclui um evento aberto ao público.

Leia também:

Aldo e Mendes acirram rivalidade e brasileiro provoca equipe rival

O Brasil não recebia um evento de primeira linha do UFC desde o dia 3 de agosto de 2013, quando o mesmo José Aldo bateu Chan Sung Jung, o Zumbi Coreano, por nocaute, e manteve seu cinturão no UFC 163, na HSBC Arena, no Rio. Desde então, o país recebeu seis eventos menores, as chamadas Fight Nights (que não levam numeração), sempre com lutas principais sem valer cinturão e sem transmissão para os Estados Unidos. Nas três primeiras, vitórias brasileiras: em Belo Horizonte, Glover Teixeira venceu o americano Ryan Bader; na mais empolgante, Victor Belfort nocauteou o americano Dan Henderson, em Goiânia; e em Jaraguá do Sul, Lyoto Machida venceu o holandês Gegard Mousasi. Em seguida, já em 2014, três decepções: em Natal, Dan Henderson venceu Maurício Shogun; em São Paulo, o croata Stipe Miocic arrasou Fábio Maldonado em menos de um minuto de luta; e, em Natal, Antônio Pezão foi nocauteado pelo bielorrusso Andrei Arlovski.

Leia também:

UFC: Werdum terá chance de cinturão interino contra Hunt

UFC: Renan Barão volta ao octógono em dezembro em SP

Anderson volta ao UFC renovado – e mais humilde, garante

Anderson: ‘Eu não paro enquanto não pegar meu cinturão’

Esta será a segunda vez que Aldo e Mendes se enfrentam. Na primeira, em 14 de janeiro de 2012, o brasileiro venceu o americano por nocaute com uma joelhada espetacular. Desde então, Mendes conseguiu cinco vitórias consecutivas – quatro por nocaute – e se credenciou para a revanche. Há dois meses, os dois estiveram no Brasil para eventos promocionais da luta e trocaram até empurrões. A rivalidade entre as duas academias, a brasileira Nova União e americana Alpha Male, apimenta ainda mais o confronto deste sábado.

Agenda – A partir da noite desta quarta, o UFC abre uma sequência de eventos do UFC 179 até as lutas de sábado. Os atletas Urijah Faber, Rafael dos Anjos e Bethe Correia participarão, das 19h às 21h, de uma sessão de fotos e autógrafos no Shopping Nova América. Na quinta, haverá um treino, no gramado do Maracanã, com Gilbert Burns, William Patolino, Fabio Maldonado, Phil Davis, Glover Teixeira, Chad Mendes e José Aldo. Apenas convidados terão acesso ao campo. Na sexta, acontece a pesagem e, no sábado, os portões do Maracanãzinho serão abertos a partir das 18h30. A primeira luta do card preliminar acontece às 21h.

UFC 179 – 25 de outubro, Maracanãzinho

Card Principal:

Peso-pena: José Aldo x Chad Mendes

Continua após a publicidade

Peso-meio-pesado: Glover Teixeira x Phil Davis

Peso-meio-pesado: Fábio Maldonado x Hans Stringer

Peso-pena: Darren Elkins x Lucas Mineiro

Peso-leve: Diego Ferreira x Beneil Dariush

Card Preliminar:

Peso-meio-médio: William Patolino x Neil Magny

Peso-leve: Yan Cabral x Naoyuki Kotani

Peso-mosca: Wilson Reis x Scott Jorgensen

Peso-pena: Felipe Sertanejo x Andre Fili

Peso-leve: Gilbert Durinho x Christos Giagos

Peso-leve: Fabrício Morango x Tony Martin

Continua após a publicidade
Publicidade