Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

UFC 148: ‘É impossível ganhar do Anderson’, diz Cigano

Repórter do site de VEJA acompanha as lutas direto de Las Vegas.

Por Silvio Nascimento 8 jul 2012, 02h26

“Ele é um atleta excepcional, não dá para ganhar dele. Ele foi perfeito, e o resultado provou que é o melhor de todos os tempos no MMA. Como o próprio Dana White diz, ele é o número 1, o melhor que já apareceu”

O campeão dos pesados, Júnior Cigano, estava extasiado com a vitória acachapante de Anderson Silva neste sábado, no UFC 148. “Não tem como ganhar dele, é impossível. Ele é perfeito. Tem bom chão, jiu-jitsu, bom boxe, bom muay tai, ele é bom em tudo”, definiu Cigano.

Na primeira fila dos convidados de honra do MGM Grand em Las Vegas, ao lado do americano Jon Jones, Cigano em nenhum momento temeu pela sorte de Anderson. “O Chael Sonnen entrou para fazer o jogo dele, de não deixar lutar e ficar ali enrolando, no chão. E conseguiu isso. Mas o Anderson estava confortável, não ficou pressionado em nenhum momento, dava para perceber ali de perto, e ainda tentou finalizar. Mas no segundo round não teve jeito.”

Para definir o campeão Anderson Silva numa palavra, Cigano escolhe “impressionante”. “Ele é um atleta excepcional, não dá para ganhar dele. Ele foi perfeito, e o resultado provou que é o melhor de todos os tempos no MMA. Como o próprio Dana White diz, ele é o número 1, o melhor que já apareceu.”

E ao final Cigano também engrossou o coro dos descontentes com o americano. “Enquanto se trabalha para promover a luta tudo bem. Mas ele passou dos limites, falou muita coisa que não devia e teve o que mereceu dentro do octógono.”

[http://storify.com/vejanoticias/ufc-148-anderson-silva-x-chael-sonnen” target=”_blank” rel=””>View the story “UFC 148: Anderson Silva x Chael Sonnen” on Storify]

Continua após a publicidade

Leia também:

Nas lutas, Anderson Silva e Chael Sonnen invertem papéis

Antes de Anderson x Sonnen, 9 grandes rivalidades das lutas

No auge da popularidade, o MMA vai dando adeus a suas lendas

‘Eu apanhei de Júnior Cigano. Mas quero minha revanche’

Anderson x Sonnen é luta de ex-office boy contra sociólogo

Infográfico UFC
Infográfico UFC VEJA
Continua após a publicidade
Publicidade